É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

11 de mai de 2009

A crise dos 40

Eu fico pensando o que acontece conosco depois dos 40. Não é velho, a terceira idade ainda está longe; não é jovem e eu não preciso nem dizer o porquê.

A era dos 40 é particularmente difícil para nós. Não porque a idade interfira muito, afinal em um mundo digital, quem se atualizou está sempre antenado, ou seja, não envelhece. Por outro lado, experimenta mandar um currículo para uma vaga de emprego - ninguém lê. Caso chamem para a entrevista - o que já é um milagre - você será tratado com uma certa cortesia e terá que encarar um olhar que está dizendo " por que chamei esta aqui, se não vou contratá-la".

Na época dos meus pais, 40 anos era uma idade para se pensar na aposentadoria. A tranquilidade do lar, o não fazer nada. Hoje não, 40 anos é hora de recomeçar: uma nova profissão, uma nova empresa, um novo casamento....mas os setores de RH continuam a barrar nossos currículos, como se o nosso cerébro chegasse nesta idade e travasse, e como se nossa experiência profissional e de vida, não valessem nada.

Eu desisti de mandar currículo. Sério! Desisti mesmo. Não adianta nada. O telefone não toca, ninguém chama para entrevista.

Ser um quarentão, ou uma quarentona, hoje deveria ser a mesma coisa que completar 30. Corpo ativo, cultivado em academias ou outras atividades físicas, mente cultivada com uma boa quantidade de livros e cursos, experiência de vida suficiente para ter jogo de cintura. Mas não. Como diz a musica: " ainda somos os mesmos/ como nossos pais".

Amigos de 40, manifestem-se!!! Vamos exigir que o Brasil e seus moradores, passem a olhar para nós como cidadãos que ainda não perderam a capacidade de trabalhar e construir um país melhor.

Avante!!!

Um comentário:

Rinaldo disse...

Essa sua crise é a crise de todos que alcançam esa idade com o mesmo vigor que tinha em seus vinte e poucos anos, mas é uma luta que devemos estar preparados para enfrentar.
Não se pode querer mudar o mundo se não começarmos a mudança dentro de nós mesmo. O Ser humano tem uma capacidade incrível de se adaptar, isso é que precisa ser feito.