É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

16 de jun de 2009

Um exemplo de vida

Ontem eu vi uma entrevista no Programa da Ana Maria Braga sobre a Vovó Neuza – Neuza Guerreiro - uma jovem senhora de 79 anos de bem com a vida, antenada com o século XXI, que lida com a tecnologia como ninguém. Ela tem nada mais nada menos que dois blogs e ainda colabora com outro.
Quando acabou a entrevista não tive dúvidas, corri para internet para conhecer seus blogs. Fantásticos. Só para começar, o texto dela é maravilhoso, bem escrito, leve e totalmente vivo. No ar, o post atual é sobre sua viagem ao Rio de Janeiro para gravar o programa Mais Você. O texto realmente uma verdadeira viagem pois nos sentimos lá, com as emoções que ela descreve tão bem no blog.
Mas, eu comecei a falar da Vovó Neuza para dizer o quanto é importante “dar trabalho para os neurônios”, como ela disse na entrevista. O Ser Humano só cresce, quando o seu cérebro se mantém ativo, quando temos um verdadeiro motivo para viver.
A mente ativa ultrapassa barreiras. Veja bem, o popular é dizer que o idoso (ô palavra feia, prefiro dizer a pessoa que já possui muita experiência) não consegue se afinar com a tecnologia atual; que a internet não é para eles e outros blábláblás sem limites. Quando na realidade, o que falta nas pessoas é paciência para ensinar, paciência para saber que cada um tem o seu tempo. Vovó Neuza é um exemplo de mulher que hoje, faz uso da tecnologia para passar sua mensagem, dividir sua riquíssima experiência de vida.
Já sou seguidora do Blog dela e quero ler cada post como se estivesse na aula do mais renomado professor – é isso que ela é, uma professora de vida.
Nós precisamos derrubar nossos preconceitos ridículos da era passada e olhar para o ser humano, não como uma divisão de faixas etárias, mas como alguém completo, que vive, aprende, ensina e sobretudo quer ser respeitado, tenha a idade que tiver.
Parabéns Vovó Neuza, você é um exemplo a ser seguido por cada um de nós.
Blog:
http://vovoneuza.blogspot.com/
Obs: Está imagem foi tirada da internet. Não continha o nome do autor.

2 comentários:

Sil disse...

PARABÉNS!!!!!!Adoro pessoas inteligentes e bem humoradas.Adorei seu Blog.
Convido vc a visitar o meu Blog TB
www.depoisdodiva.com.br
Sou psicologa e vou adorar ler seus comentarios por lá.
Bjs e boa semana!
Sil

Anônimo disse...

Olá, Soraya!
Assim como você, também sou aquariana e, embora não tenha nascido em São Paulo, adotei a cidade como "meu lugar". Não consigo ficar muito longe daqui...

Soraya, tomei conhecimento do seu blog por meio do seu comentário no blog da Vovó Neuza. Conheço Neuza há algum tempo, e posso lhe assegurar que ela é muito mais viva e brilhante pessoalmente do que apenas no vídeo da entrevista da Ana Maria Braga. De todo modo, tive a feliz oportunidade de conhecer o seu blog e perceber o quanto, nós, os aquarianos temos afinidades. Li sua postagem anterior "Algumas considerações sobre o tempo" e uma colocação sua me chamou a atenção. E quando você diz que "tão generoso é o amor que não olha o tempo, ele ignora a existência deste devorador".E é isso mesmo! O amor ignora o tempo. Eros ignora Cronos. E o Amor é a Força que interliga e une as pessoas e fazendo com que nossa atenção se dirija à elas, aos Seres Humanos. Percebi isso em você quando vi suas postagens sobre a “geração Google” e seus questionamentos sobre a educação e o processo de ensino/aprendizagem.

Tomo a liberdade para convidá-la a conhecer o blog do meu professor de tecnologia educacional, o Jarbas Novelino Barato. Não vou falar muito dele, ainda, para não parecer uma aluna “puxa saco”, pois o blog dele também é questionador e, principalmente preocupado com os rumos da comunicação e da educação. O link é: http://jarbas.wordpress.com/. Convido-a, ainda, a conhecer o meu pequeno blog. Incentivada pelas aulas do professor Jarbas, estou aprendendo um pouco e compartilho com você também. O meu link é: http://margaretebarbosa.wordpress.com/

Um grande abraço e continue nos presenteando com textos tão importantes e questionadores sobre a educação.
Margarete Barbosa