É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

2 de jul de 2009

Efeito Estufa afeta a cabeça de deputados americanos

O que deveria ser um assunto sério, tratado com o devido respeito e urgência que merece acabou se transformando um festival de afirmações malucas, beirando ao desrespeito com o mundo.
A legislação Waxman-Markey, aprovada na Câmara dos Estados Unidos foi rejeitada por 212 deputados, não porque eles queriam algo melhor, mais eficaz para resolver os problemas climáticos do mundo, e sim por que eles negam que os seres humanos sejam os responsáveis pela produção dos gases que causam o efeito estufa.
Enquanto institutos, como o MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) prevêem a elevação de 9 graus no planeta, o que em linguagem popular significa Catástrofe; políticos americanos negam a existência do problema. E eu, que achava que o nosso Senado era ruim...
Segundo informações obtidas em um artigo escrito por Paul Krugman, “Paul Broun, um deputado da Geórgia” declarou que “a mudança climática não passa de uma ‘fraude´ que foi ‘perpetrada pela comunidade científica’ ”.
Ao ler isto imaginei o mais inimaginável filme de ficção científica, talvez uma boa idéia de livro para o autor de Código Da Vince, Dan Brown, talvez eu mesma escreva este livro. Seria um bestseller.
Como é que pode passar pela cabeça de alguém, que cientistas do mundo inteiro estão “macomunados” em uma fraude desta natureza? É um absurdo. Mais impensável ainda é imaginar que os Estados Unidos continuarão a serem os principais responsáveis pelo efeito estufa, que já nos atinge.
Diante dos fatos, só me resta duas tristes conclusões:
- O efeito estufa está afetando a cabeça dos deputados americanos e eles não perceberam ainda.
- Antes a contratação vergonhosa de parentes (SOU ABSOLUTAMENTE CONTRA ISTO), que não mata ninguém; que matar um planeta inteiro por pura ambição.

Nenhum comentário: