É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

19 de ago de 2009

Ninguém tem o direito de destruir a fé dos outros

O que a Igreja Universal do Reino de Deus tem feito com a fé das pessoas é hediondo. Quando seus membros usam a crença dos fiéis para angariar dinheiro em causa própria comete-se um crime sem tamanho cujas possíveis punições ainda são ínfimas perto do que eles fazem com as pessoas.
Quando o ser humano busca uma crença, seja ela religiosa ou através de seitas (Caso da Universal) esta pessoa está em busca de um apoio e consolo para que possa seguir adiante em sua vida, com honestidade e trabalho. Ela coloca naquele instante em que reza, ora, medita, ou seja, lá qual for a palavra usada, suas esperanças, sua crença em Deus e na verdade; esta pessoa está entregando, de certa forma, todo o seu ser. Se pessoas mal intencionadas fazem da fé desta pessoa um comércio, estão tirando muito mais que dinheiro, muitas vezes estão tirando a oportunidade de vida que ela tem, a vontade de evoluir, a crença em si mesmo e nos outros.
E aviltante você ver um bispo “obrigando” as pessoas a venderem casas, carros ou então, deixarem de pagar suas contas para “depositar no altar do senhor”. Quem foi que disse que Deus ou que Jesus pede dinheiro para os fiéis? Quando que, em vida, Jesus pediu as pessoas dinheiro?
É o mesmo caso que debati ontem no texto sobre a propaganda do PAC. Aproveita-se da boa fé e da falta de estudo das pessoas que ingenuamente caem nestas falácias.
O povo brasileiro é extremamente místico (em todos os sentidos). Ao mesmo tempo em que isto é muito bom, pois levam as pessoas à caridade, ao bem, os expõe a estas pessoas mal intencionadas, cuja sede de riqueza é maior que a ética e a moral.
Assim, é preciso cada vez mais que estas pessoas sejam punidas exemplarmente e rápido, para que o povo brasileiro possa ver que este país tem lei. Mas eu tenho certeza absoluta que se, no Brasil o assunto virar pizza, nos Estados Unidos alguém será punido. Eu espero sinceramente que o exemplo comece por aqui.

Um comentário:

Eber disse...

Tambem quero ver o exemplo na punição começar do lado brasileiro.