É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

4 de set de 2009

O Espelho de Alice

A física quântica nos apresenta a um mundo similar aos contos infantis e ao de Alice no pais das maravilhas.
Enquanto o coelho com o relógio corre nos dizendo que é hora de acordar, de trabalhar, de comer, de correr para os congestionamentos, um mundo quântico banha nosso dia a dia, sem ao menos nos dar conta.
Um dos princípios da física quântica é a probabilidade e a interferência do observador. Em palavras bem leigas, existe uma probabilidade de algo acontecer, mas depende única e exclusivamente de quem observa. Assim, caem por terra as teorias de realidades únicas.
Não vou me enveredar nos meandros da física, matéria em que sou muito mais admiradora que estudiosa leiga, mas a partir do momento em que os físicos perceberam isto, conceitos começaram a mudar.
Se posso mudar minha realidade mudando apenas o foco da minha observação então, sou eu que faço a realidade em que vivo! Então, se vivo uma realidade ruim sou a principal responsável por isso. Ufa!!
As filosofias orientais dizem isto há milênios, sem o embasamento científico é claro, mas apenas com a visão da sabedoria de quem observa o mundo com outros olhos.
Falei que a física quântica nos apresenta o mundo similar aos contos infantis. Isso é verdade. Quem leu os livros da escritora J.K.Rowling, Harry Potter, observou que ela descreveu um local em Hogward chamado Sala Precisa. Traduzindo, uma sala que atende a necessidade de quem a procura. Se você precisar de um banheiro, ela irá se transformar em um, que for uma sala de aula ou um esconderijo, ela estará lá para atender a pessoa. A realidade só existe a partir da “observação do observador”, lembra disso no inicio do texto?
E o tele-transporte tão comum em filmes de ficção, é pura física quântica. Os cientistas já estão trabalhando no transporte de partículas subatômicas. Em 50 anos estaremos tele-transportando (aparatando) papéis, documentos e outras pequenas coisas. – Será o fim do trabalho de motoboy?
Assim, aos poucos, como a personagem Alice, mergulhamos em um mundo que nos fará repensar o mundo, o nosso dia a dia e toda a forma de administrar e trata-lo.
Para quem não “acredita” em magia será um choque total, afinal, as crianças vem nos alertando para este mundo do nano há milênios.
Ilustração: blog Grande Fraternidade Branca

Nenhum comentário: