É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

16 de set de 2009

Pais incentivam violência nas Escolas

Quem viu na TV a cena entre duas meninas brigando na porta da escola, incentivadas pela mãe de uma delas, monitora, com certeza passou de chocado para revoltado.
Já é muito deprimente ver duas “crianças” brigando, mas socos e pontapés ao som de uma mãe “orgulhosa” dizendo para ninguém se intrometer que a filha dela resolveria o caso, no mínimo é vergonhoso e merecedor de punição exemplar por parte da Vara da Infância e Juventude.
Mães e pais que ensinam seus filhos a bater, que incentivam a violência não deveriam ter a guarda destas crianças. O futuro delas fica comprometido. A educação que recebem se recente da falta de uma estrutura sólida que as ensine a lidar com suas frustrações sem agredir o próximo. É muito triste ver duas garotas serem incentivadas a agir como animais na disputa por um macho.
A autora Glória Perez, na novela Caminho das Índias, mostrou a população o que acontece com crianças e adolescentes cujos pais não têm equilíbrio o suficiente para educá-las e posicioná-las diante da vida. O jovem Zeca, personagem da novela, chega ao cumulo de atropelar e matar uma criança que ainda nem nasceu. E os pais, o que fizeram? Disseram que o “neném” não era culpado. É horrível. E o pior é que (e os professores podem dizer isto muito mais que eu) está cheio de famílias igualzinha àquela.
É neste ponto que gostaríamos de ver o trabalho da Vara da Infância e da Juventude e do Ministério Público agir em proteção a estas crianças que têm família, mas no fundo no fundo, é a mesma coisa que não tivessem.

Nenhum comentário: