É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

14 de nov de 2009

Queda de Vigas em São Paulo vira disputa política

É vergonhoso que problemas técnicos sejam usados como plataforma política para atacar a oposição. Os petistas usaram o Twitter para atacar José Serra, Governador de São Paulo e pré-candidato à Presidência.

"O desabamento da obra do Rodoanel deve ser apurada com rigor considerando a urgência que o governo de SP tem em entregá-la em virtude das eleições", escreveu o deputado federal José Eduardo Cardozo (PT-SP).
O que não se percebeu, e já era de se esperar é que o ataque da oposição contra a pré-candidata Dilma Roussef tinha e razão de ser pois ela é a responsável pela aplicação de investimentos na área de energia no Brasil, e com a voracidade que o Governo quis encerrar o assunto, com certeza a culpa não é do tempo.
Já no caso do Rodoanel, o Governador de São Paulo vem cumprindo o seu cronograma de entrega das obras e, imediatamente, solicitou investigações sérias sobre as causas do desabamento. Segundo o jornal Folha de S. Paulo ele afirmou que "Houve falhas, evidentemente, que levaram a isso. E isso nós vamos investigar. Não vamos [investigar] só pela Dersa. Mas com o IPT, a quem nós vamos convocar para saber exatamente o que aconteceu".
Então, avaliamos as duas posturas:

1. Governo – Caso Apagão – Recusa de investigar o caso e pressa em encerrar o assunto.

2. Governador Serra – Caso Rodoanel – Assume erros e pede que eventuais culpas sejam investigadas.

Qual é o político que você creditaria mais confiança: O que assume erros e levanta problemas ou o que esconde tudo debaixo do tapete? Eu tenho a minha posição clara sobre o assunto e ela abrange a moral e a ética. E você, qual país quer para amanhã?

Nenhum comentário: