É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

6 de jan de 2010

A lâmpada de Aladim


130 anos depois da invenção da lâmpada elétrica, exatamente como a conhecemos hoje, ela finalmente irá para um museu.

Já que a forma mais simples de começarmos a contribuir com o meio ambiente e nosso orçamento é trocar todas as lâmpadas da casa.
Segundo dados, uma lâmpada incandescente de 60W pode ser substituída por uma de 18W, do tipo compacta, reduzindo consideravelmente o consumo de energia elétrica.
Já está chegando ao mercado as lâmpadas de LED com bulbo, que cabem em qualquer abajur e luminária de nossas casas. Ai sim, a economia é muito maior já que os mesmos 60W da incandescente podem ser obtidos com apenas 8W da lâmpada de LED.
Elas são mais caras que as incandescentes, mas a médio e longo prazo vale o investimento. Não só pelo retorno financeiro, mas pela diminuição do uso de energia elétrica e seu conseqüente impacto no meio ambiente.
As incandescentes estão fadadas ao desaparecimento. Na União Européia elas terão que ser substituídas até 2012, nos Estados Unidos o limite será 2013 e aqui, como sempre, o projeto ainda tramita no Congresso, mas independentemente da lei, cabe a cada um de nós, cidadão brasileiro, tomar a iniciativa e mudarmos o uso de energia em nossas casas.

Nenhum comentário: