É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

23 de jul de 2010

Lobão, Caco Barcelos e equipe do “Profissão Reporter”, Serginho Groisman, Jairo Bouer e Gustavo Cerbasi estarão no Território Livre

(texto enviado pela assessoria de imprensa da 21ª Bienal Internacional do Livro de SP, reproduzido na integra)
Espaço dedicado ao público jovem da Bienal do Livro de SP reunirá profissionais e personalidades para dar dicas sobre importantes assuntos ligados ao momento de definições vivido pelos jovens
O Território Livre – espaço preparado pela Bienal do Livro de São Paulo que vai promover debates sobre temas relacionados ao momento de definições em que vivem os jovens – reunirá por volta de 45 destacados profissionais das mais variadas áreas e personalidades em mesas de debate abertas à participação do público. O objetivo é oferecer importantes indicações aos jovens a partir do exemplo de quem já fez suas escolhas, definiu seus rumos e trajetórias, viveu experiências e acumulou conhecimento.
Entre os convidados da curadora Maria Tereza R. Arruda Campos, estão, por exemplo: o jornalista Caco Barcellos e equipe do programa “Profissão Repórter”; o músico Lobão; o médico Jairo Bouer; o apresentador Serginho Groisman; o consultor Gustavo Cerbasi; o ator Hélio de la Peña; o professor Massimo de Felice; o ambientalista Carlos Scaramuzza; e a consultora de moda Glória Kalil, entre outros.
Programação do Território Livre
No sábado, dia 14, haverá duas mesas. A primeira, às 11h, tem como tema “A língua praticada nas redes sociais e Internet”, com a participação do linguista, filólogo, professor e pesquisador Ataliba Castilho, do também linguista e professor Carlos Alberto Faraco, da professora, filóloga e autora Guaraciaba Micheletti e do blogueiro, estudioso da comunicação digital e diretor da Agência Frog, Roberto Cassano. Já às 15h, a segunda, “Para ser repórter”, contará com a presença do jornalista e escritor Caco Barcellos, acompanhado por jovens integrantes da equipe do programa de TV “Profissão Repórter”, com Lilian Romão, coordenadora do projeto “Revista Viração”, com o apresentador Serginho Groisman e com o jornalista Alberto Dines, editor e coordenador do site e do programa de TV “Observatório da Imprensa”.
O domingo, 15 de agosto, a partir das 13h, terá a mesa “Carreira e finanças”, com o jornalista Luiz Nassif (do portal Brasilianas.org), com o administrador, consultor em finanças pessoais e autor de best-sellers da área Gustavo Cerbasi (do site Mais Dinheiro.com.br) e com a jornalista e editora Mara Luquet (sócia da Editora Letras & Lucros).
“O mundo existe, mas às vezes a gente não sabe” trará à discussão, às 17h do dia 16, o campo das Ciências. Participam da mesa o biólogo, “cientista-empresário” e escritor Fernando Reinach, a filósofa e autora Márcia Tiburi (também integrante do grupo de debatedoras do programa de TV paga “Saia Justa”) e o repórter da área de Ciências e escritor Reinaldo José Lopes.
O ex-nadador e medalhista olímpico Gustavo Borges, representante da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, encabeçará o debate “Optei pelo esporte”, na terça-feira, dia 17, às 15h.
No mesmo dia 17, às 17h, a atuação dos músicos, compositores e poetas será discutida pela mesa “Letra, música e poesia: o trabalho de escrever e compor”, que terá as participações dos músicos e compositores Lobão, Toninho Horta e Wilson Sideral, do profissional do mercado fonográfico André Midani e do poeta Fabrício Corsaletti.
Às 17h do dia 18, a advogada, professora e ambientalista Rachel Biderman Furriella (coordenadora adjunta do Centro de Estudos em Sustentabilidade da EAESP-FGV), a ambientalista e educadora Mônica Pilz Borba (gestora da ONG 5 Elementos) e o também ambientalista e biólogo Carlos Alberto de Mattos Scaramuzza (superintendente de Conservação da ONG WWF-Brasil) comporão a mesa temática “Sustentabilidade: os modos de ser e de estar”.
Um tema que não poderia faltar será abordado na quinta-feira, dia 19, às 17h: “O mundo grande e pequeno: universo digital”. Para debater o tema, Maria Tereza convidou a professora da ESPM-Rio Ana Erthal, o coordenador técnico do Acessa SP, Ricardo Kobashi, e o professor e pesquisador da ECA-USP Massimo de Felice.
Já o dia 20 (às 17h) reserva espaço às mais variadas discussão, pois o tema em destaque é: “Todas as tribos”. Lá estarão o médico e apresentador Jairo Bouer, a jornalista e escritora Ciça Lessa (secretária executiva da rede Andi Brasil – Agência de Notícias dos Direitos da Infância), a redatora, roteirista e cosplayer Petra Leão, o professor José Guilherme Cantor Magnani (do Departamento de Antropologia da USP), o artista plástico Rui Amaral (diretor da agência artbr) e a jornalista Tatiana Schibuola (diretora de redação da revista “Capricho”).
O Território Livre terá no sábado, 21 de agosto, uma programação intensa: às 11h, espaço aberto ao debate “A moda também fala de nós: as digitais do estilo”, com a participação da consultora, jornalista e autora Gloria Kalil e da estilista Gilda Midani; e, às 15h, será a vez do cinema, sob o tema “Na tela do cinema: a paixão pela luz”, com a diretora Laís Bodanski (do longa-metragem “Bicho de sete cabeças”), o roteirista Luiz Bolognesi (também de “Bicho de sete cabeças”), o roteirista Newton Cannito (da série de TV “Cidade dos Homens”) e o jornalista, crítico de cinema e co-diretor de documentário (“Uma Noite em 67″), Ricardo Calil.
Finalmente, no domingo, dia 22, último dia da feira, o tema “Fazer humor é coisa séria” será debatido, a partir das 13h, por Guta Stresser (atriz e comediante de “A grande família”), Hélio de la Peña (humorista do “Casseta & Planeta”) e Paulo Caruso (cartunista e chargista).

Nenhum comentário: