É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

25 de ago de 2010

Uma revolução na Ciência

De tempos em tempos a ciência produz pessoas especiais, seres humanos preocupados com seres humanos. Foi assim com Albert Einstein, Louis Pasteur, Marie Curie e outros. Amit Goswami, Ph.D. em física quântica pela Universidade de Calcutá, Índia, não poderia ser diferente.
Com uma tranquilidade contagiante e uma genialidade sem limites, ele respondeu pacientemente as perguntas de uma platéia hipnotizada, ontem, na Livraria Cultura do Shopping Bourbon, aqui em São Paulo.
Em um evento de lançamento no Brasil de seu livro O ativista Quântico (Ed. Aleph, 280 pg, R$ 44,00) Amit Goswami falou de ciência, religião, e como as grandes perguntas da metafísica podem ser respondidas pela física de partículas.
Além disso, em um movimento chamado Ativismo Quântico, ele explica que a origem de muitos problemas do mundo moderno está na ideia materialista de que há uma oposição entre espírito e matéria. No entanto, esta dicotomia se dissolve com o surgimento de um novo modelo científico fundamentado na física quântica.
Também foi apresentado o DVD com o mesmo título, 77 minutos, legendado em português com um documentário que narra também a jornada de transformação pessoal de Goswami, um materialista convicto que, após uma série de questionamentos e revelações, restaurou a ponte entre ciência e espiritualidade ao provar cientificamente a existência de Deus.
Eu ainda não li o livro, mas com certeza ele será comentado no blog tão logo eu termine a leitura. E, comparando com a pequena palestra que Goswami nos presenteou, o livro deve estar repleto de novos conceitos que transformarão nossa forma de ver o mundo e nos relacionarmos com ele.

Link para o DVD

Um comentário:

Priscila Assumpção Scripnic disse...

Muito interessante! Com certeza quero conhecer esse material. Mais e mais parece que se comprova o que disse o filósofo francês Theilhard de Chardin - "Não somos seres humanos tendo experiências espirituais. Somos seres espirituais tendo experiências humanas." Obrigada pela indicação, Soraya.