É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

23 de mai de 2011

A força de um filme antigo: Bagdad Café

Alguns filmes são eternos, não apenas pela construção de sua trama, mas pela delicadeza, intensidade que alguns temas são tratados. A década de oitenta produziu memoráveis filmes, e Bagda Café (Out of Resenheim), com direção de Percy Adlon é um deles.
Tirado do baú, como o popularmente se costuma dizer, por amiga que me emprestou o DVD, eu senti o prazer de rever não só o filme, mas relembrar um tempo em que frequentava o extinto Cine Belas Artes e saía de lá repleta de ideias para roteiros.
A cena abre e você ouve uma voz estonteante da cantora Jevetta Steele, interpretando a canção “Calling You”.

"A desert road from Vegas to nowhere
Someplace better than where you`ve been
A coffee machine that needs some fixin`
In a little cafe just around the bend."

A letra é um prólogo musical, uma introdução a história do filme.
Jasmin Munchgstettner é uma alemã, que briga com o marido em pleno deserto do Mojave e o abandona, proporcionando uma das cenas mais surrealistas que vi em um filme: - uma mulher, puxando uma mala, andando por uma estrada perdida no nada.
O ponto final desta cena é sua chegada ao posto de gasolina, motel e lanchonete, Bagdad Café, comandado por Brenda, uma mulher que acabou de expulsar o marido de casa, possui um gênio irritadiço e grosseiro.
Jasmim é hostilizada por Brenda. Duas mulheres completamente diferentes, racialmente e culturalmente – pessoas de dois mundos, mas que possuem em comum uma única dor: - o abandono.
Jasmim vai aos poucos conquistando os filhos de Brenda, o pintor Rudi Cox até chegar ao coração da proprietária do lugar.
É assustadora a sujeira, a bagunça e a desorganização. Bagdad Café é um lugar abandonado. Jasmim, no caso, funciona como uma espécie de fada madrinha. Traz a limpeza, a ordem e depois a alegria, através de seus shows de mágica.
É claro que há uma troca cultural. Percebe-se que Jasmim encontra no grupo do Bagdad Café uma família que nunca possuiu, mas que desejou.
A recuperação dos sentimentos das duas mulheres é representada pela reformulação do Café. Cada sentimento pode ser associado a um ato:
- Limpeza, Organização, Consertos, show de mágica, retorno ao caos inicial com a partida de Jasmim, o grande show final que demonstra a plena união entre duas culturas tão diferentes.
O filme vale pela constância da abordagem totalmente humana em um lugar inóspito e sem perspectiva de vida.

Informações Técnicas
Título Original: Out of Rosenheim / Bagdad Cafe
País de Origem: Alemanha Ocidental / EUA
Tempo de Duração: 91 minutos - na versão americana
Ano de Lançamento: 1987
Direção: Percy Adlon

Nenhum comentário: