É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

2 de jan de 2013

O Mercador de Livros Malditos

Desta vez não foram as estantes da livraria que me surpreenderam com uma boa história, foi meu marido que viu, comprou, leu e adorou o livro do italiano Marcello Simoni – O Mercador de Livros Malditos.
Depois de ver o entusiasmo dele com a história, finalmente sobrou um tempinho para a leitura e o livro é muito bom. Mas quem é este autor “desconhecido”?
Marcello Simoni é ex-arqueólogo, bibliotecário e formado em Letras. O Mercador de Livros Malditos é seu romance de estreia e tornou-se um bestseller instantâneo fora do Brasil. Aqui, infelizmente, foi só passar os olhos pelos blogs literários e ver que os poucos que o citaram, publicaram apenas uma sinopse.
A forma de escrever de Marcello é deliciosa. Os capítulos são curtos, quase takes de um filme de suspense, ação e muito mistério. Uma história que se passa na idade Média e envolve monges, bispos, sociedades secretas e um livro que, teoricamente, colocará o leitor em contato direto com poderes angelicais.
A trama leva o leitor a um passeio pela Europa Medieval. Veneza, Tolouse, Santiago e Compostela e outras cidades da Espanha. Apresenta personagens fascinantes como o Mercador, um moçarabe, absolutamente inteligente e misterioso; Willalme, seu companheiro de viagem, um Sarraceno da  Languedoque perseguido pelos Cruzados que os consideravam hereges (Pode procurar nos livros de história que este fato tem bases verdadeiras), e um ingênuo rapaz, criado em um mosteiro, que nunca viu nada no mundo e de repente se põe nas estradas e caminhos que o levarão a uma aventura fascinante.
Marcello Simoni consegue reunir em seu romance detalhes históricos que compõem o quadro da idade média, com a sagacidade de Dan Brown e a inteligência de Umberto Eco, sem no entanto pesar a mão como acontece em O Nome da Rosa.
A crítica fica por conta do desinteresse no Brasil pela obra do autor. Uma breve pesquisa no Google já deixa claro que O Mercador não foi assunto de blogueiros. E ai cabe uma pergunta que só a Editora Jangada poderia responder:
- O livro foi enviado para os blogs para ser resenhado? – Veja bem, resenhar é diferente de colocar a sinopse.
- Blogueiros só escrevem sobre livros que recebem gratuitamente das Editoras? Ainda bem que eu conheço um ou dois que leem os livros que recebem das editoras e ainda passam na livraria para abastecer o estoque. Confesso que estou dando prioridade a eles, nestes tempos de falta de tempo.
O Mercador de Livros Malditos precisa ser lido e resenhado. É uma vertente diferente da maré de tramas parecidas que estão sendo publicadas ultimamente, e não digo isso como critica, pois sou leitora assídua de literatura fantástica e adolescente. O Mercador é um livro escrito para adultos, mas que poderá facilmente encantar um adolescente já iniciado em literatura clássica.
Enfim, eu recomendo como leitura de inicio de ano. Como um desafio a mente, como uma nova proposta. Tenho certeza que irá te encantar.

Nenhum comentário: