É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

27 de ago de 2014

A Sociedade Secreta da Bola de Cristal Cor-de-Rosa

Autor: Risa Green
Tradutor: Denise de C. Rocha Delela
Editora: Jangada
Ano de Lançamento: 2010
Ano de lançamento Brasil: 2011
Número de páginas: 264
Avaliação do Prosa Mágica: 9

- Escolhi este livro pela capa!! – Pronto! Confessei.
Raramente eu faço isso, mas o fato é que fiquei apaixonada por ela. Por aquela imensa bola de cristal cor-de-rosa e uma profusão de tonalidades de rosa, que descobri continuarem no interior da edição. É lindo! E, para minha sorte, o livro é muito bom e bem mais profundo do que esperava.
Erin é o tipo de personagem de encruzilhada. O que eu quero dizer é que ela não é uma adolescente comum, ou seja, não consegue ser tão legal como sua charmosa e elegante amiga Samantha, nem a crítica e insegura Lindsay. Ela é a menina aplicada, que tira as melhores notas, que faz tudo certinho e que não se importa em ser assim, até que ela se depara com uma dissertação sobre si mesma que poderá se tornar sua passagem para uma viagem para Itália.
Sabe quando você se olha no espelho e diz: - O que eu fiz de interessante? E, por mais que se esforce não encontra nada para dar a resposta. – Acho que todo mundo já passou por isso. - Bem, essa é a nossa Erin.
Só que as coisas mudam, como tudo na vida. Após a morte de uma tia querida, mas que está distante dela há um ano, Erin recebe uma bola de cristal cor-de-rosa, que a principio parece ser um brinquedo, mas ela descobre que não. A partir deste ponto a vida de Erin vira de ponta-cabeça.
Camo-Outgrowth– Thomas Hirschhorn
O engraçado na trama é o fato da bola de cristal ser cor-de-rosa. Não pela cor, mas por que normalmente associamos mudanças e desastres em nossas vidas com cores escuras e sóbrias. Com expressões como: - Está tudo preto está semana!; Minha vida se cobriu de sombras etc. – Ninguém diz que a vida está cor-de-rosa quando tudo parece dar errado.
Por outro lado, a autora norte-americana Risa Green discute alguns assuntos graves que envolvem a vida escolar e o principal deles é o bulling. Este tópico fica por conta de Lindsay, a amiga de infância de Erin, e Megan, colocada como a “bonitona” líder de torcida. Megan pega pesado com Lindsay e fica muito difícil não vibrar quando tudo dá errado para ela.
A Cidade – Fernand  Léger  
Outro ponto forte é a amizade que une as três amigas durante o ensino médio. Amizade forte que se a autora escrevesse um A Sociedade Secreta da Bola de Cristal Cor-de-Rosa 30 anos depois, elas estariam juntas.
Não há personagens fracos e nem diálogos fúteis. Todos eles são muito bem delineados e passam por problemas que são reais, que boa parte dos adolescentes enfrentou ou enfrentará um dia. E por assunto como ética, que muito adulto precisa refletir.
É um livro que fala sobre magia, mas tem uma “pegada” de faça você mesmo. A bola de cristal é apenas um veículo para que as pessoas externem seu poder interior, o poder que nos faz decidir  e construir nossos destinos.
Prometeu  Acorrentado. -Peter Paul Rubens  
O livro é da Editora Jangada, e isso significa dizer que não preciso nem dizer que a edição é impecável e revisão de primeira linha. O único detalhe que passou despercebido é um tratamento de alergia feito com anti-inflamatório, quando na verdade todo mundo sabe que usamos antialérgicos para isso.

De resto é ler e rir muito e se deliciar com as confusões e dramas que a Erin e suas amigas se metem quando decidem dar uma de “bruxinhas”.


FOTOS:  Todos os quadros e instalações que estão neste post foram citados na trama de A Sociedade Secreta da Bola de Cristal Cor-de-Rosa.

Um comentário:

Camila disse...

Hahaha
Olha só que engraçado. Eu nunca pegaria esse livro porque não gosto da capa e nem do título. Não sei por que, mas acho tudo bem bobo!! rs...
Que bom saber que pelo menos a história é divertida!!
beijos
Camis - Leitora Compulsiva