É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

29 de abr de 2015

Starling

Autor: Lesley Livingston
Tradutor: Marta Argel e Humberto Moura Neto
Editora: Jangada
Série: Os Despertar dos Filhos de Odin - Livro 1
Número de páginas: 288
Ano de Lançamento: 2014
Avaliação do Prosa Mágica:  8
                             

Eu simplesmente não consegui parar de ler este livro. Eu precisava desesperadamente chegar ao fim. E ele chegou.... e quando ele veio eu queria mais e se tornou quase uma tortura aguardar pela continuação.
Esta é uma declaração de uma leitora completamente absorvida pela trama incrível e dinâmica de Starling, da canadense Lesley Livingston.
Este livro lançado em 2014 pela Editora Jangada é um mergulho na mitologia nórdica, um passeio pelos deuses, portais, bifrost e todo um mundo que boa parte dos leitores conhecem apenas através dos resquícios no filme Thor.
Starling começa de uma maneira inusitada. Um combate de espadas cujo retinir pode ser ouvido facilmente pelo leitor. Confesso que fiquei encantada, não pelo conteúdo em si, mas por que o combate me trouxe a mente uma cena que vi em Londres há um ano. Eu estava na escola de inglês quando ouvi um barulho de aço batendo. Ao olhar pela janela do terceiro andar, em um vão entre prédios de tijolos antigos, um casal travava uma batalha de espadas. Uma dança fascinante, uma cena surreal em uma cidade do tamanho da Londres do século XXI. Não era uma guerra, mas dois atores treinando em uma escola de artes dramática. Eu revivi a cena lendo Starling.
Na trama, Mason é uma esgrimista de talento que de repente se vê em meio a uma tempestade sobrenatural que parece ter libertado monstros infernais. Ela precisa então lutar pela sua própria vida. Assim como trouxe os monstros, a tempestade traz um rapaz lindo, nu que atende pelo nome de Fennrys, mas que não se recorda de nada além disso.
Mason começa então a se ver frente a frente com situações impossíveis que revelam a ela suas origens nórdicas e a ligação de sua família com os deuses. O futuro se apresenta catastrófico, o Ragnarok, o apocalipse.
A autora conseguiu de uma forma leve trazer um dos mitos mais assustadores para o cotidiano de uma cidade como Nova York. O Ragnarok que, de uma maneira sucinta, trata-se uma grande batalha entre os deuses e uma série de eventos catastrófico que destruírão o mundo e depois, ele seria reconstruído pelos humanos e deuses sobreviventes.
Na trama, a família de Mase Starling tem um papel importante nesta catástrofe, mas é claro que a garota também representa algo a mais. Para saber mais sobre isto você precisa ler o livro.
No começo parece que a autora se alonga demais em suas descrições, mas depois você percebe que elas são necessárias para construir este paralelo entro o mundo comum e o outro mundo que nos circunda.
É genial, e Mase é exatamente o que esperamos de uma heroína atual. Forte, batalhadora, mas com defeitos e medos que a tornam humana.
O livro é lindo, e com certeza precisa ser lido em um único dia.
Bifrost - A mitica ponte que liga Asgard a Terra e outros reinos.



Um comentário:

Camila disse...

Nossa, só li resenhas positivas desse livro até agora e estou animadíssima para ler! Vou ver se encontro uma troca ou uma boa promoção porque não estou podendo gastar muito! hehehehhe
beijos
Camis - Blog Leitora Compulsiva