É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

7 de dez de 2015

Guardião

Autor: Mari Scotti
Editora: Novo Século
Série Neblina e Escuridão – Volume 2
Número de páginas: 336
Ano de Lançamento: 2015
Avaliação do Prosa Mágica:  8

Eu prometi que não leria mais trilogias – ou séries – por que é uma tortura esperar pela continuação. A série Neblina e Escuridão é um exemplo disso. Os autores nos deixam na expectativa por meses a fio, e se a história não for boa o suficiente para se sustentar durante este tempo, com certeza o segundo livro cairá no esquecimento. No caso desta série isto não aconteceu. Hibrida, o primeiro livro foi de uma força tão grande, que a curiosidade para ler o segundo me levou correr para comprar no dia do lançamento.

No evento na Livraria Nobel, entre as fofuras que a autora nos preparou, eu recebi uma dedicatória que terminava assim” Aventure-se com Milosh por São Paulo!”, e foi o que fiz. Durante a leitura das 336 páginas de Guardião, eu procurei por Milosh, quase pulando as páginas que apresentavam apenas os lobos. Era ele a estrela de toda a trama e talvez, o personagem mais adulto – ao lado de Ellene – que há na trama.
Em Guardião,  Ellene se vê às voltas com o homem que sonhou durante toda a sua vida, e descobre que ele é um vampiro. E, é esta relação que vai pontuar cada nova descoberta, cada passo, e as melhores emoções que o livro nos traz.
O Guardião Milosh é a metáfora da determinação, do empenho e por que não dizer, do amor. Sua força de vontade para descobrir o paradeiro da rainha é ao mesmo tempo comovente e irreal.
O mais interessante é que Mari não nos deixa descobrir o que há por traz da trama. A cada minuto você acredita ter descoberto um ou outro culpado e de repente sua teoria é derrubada pela aparição de um fato inusitado. A sensação é que a autora bebeu nas boas fontes de nossa teledramaturgia.
Outro personagem que encanta é o irmão de Ellene, Jacó, um lobisomem sensível, humano e grande líder de seu bando. As cenas que ele protagoniza são emocionantes também.
Agora só me resta aguardar a continuação. E, espero que não demore.
Mari Scotti é sem dúvida uma grande promessa literária. Ela reúne duas características primordiais para isso: Talento e empenho. Agora é esperar que o país e as editoras saibam valorizar devidamente este potencial.
Lançamento do livro na Livraria Martins Fontes da Avenida Paulista.

Surpresinhas que a autora nos apresentou.



6 comentários:

Mari Scotti disse...

Soraya obrigada pelo resumo fofo do livro e pela resenha linda! É muito gratificante saber que gostou do livro! O Milosh é um dos personagens que mais tenho dificuldade de interpretar e me deixa muito aliviada quando as pessoas gostam.
O livro 3 e último dessa série, sai no ano que vem!
Beijão, Mari Scotti

Mari Scotti disse...

Soraya obrigada pelo resumo fofo do livro e pela resenha linda! É muito gratificante saber que gostou do livro! O Milosh é um dos personagens que mais tenho dificuldade de interpretar e me deixa muito aliviada quando as pessoas gostam.
O livro 3 e último dessa série, sai no ano que vem!
Beijão, Mari Scotti

Camila disse...

Oi, Soraya.
Gostei de saber que o segundo livro continua interessante!!
Eu até estava me animando, mas então encontrei uma palavra na sua resenha que me desaminou: lobos! Ai que tristeza!!! Detesto histórias com lobos, com raríssimas exceções!!
Que pena!!!
Beijos
Camis - Leitora Compulsiva

Soraya Felix disse...

Camila. Confesso que eu também não gosto de Lobos. Crepúsculo me deixou irritada com eles rsrsrs. Mas neste livro, os vanpiros valem a pena, principalmente o Milosh, você está muito bem construído.
Bjs

Soraya Felix disse...

Parabéns pelo talento Mari.

Soraya Felix disse...

Parabéns pelo talento Mari.