É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

29 de jun de 2016

O Oitavo Vilarejo

Autor:  Gustavo Rosseb
Série:As Aventuras de Tibor Lobato–Livro 1
Editora:  Jangada
Número de páginas: 224
Avaliação do Prosa Mágica:  8


Gustavo Rosseb, autor estreante paulistano, se inspirou nas lendas e folclore brasileiros para escrever Tibor Lobato – O Oitavo Vilarejo, fazendo ao mesmo tempo uma mescla de “Sitio do pica-pau amarelo” com “Harry Potter”.
Tibor e sua irmã Satir viveram parte de suas vidas como ciganos, até que um incêndio mata seus pais. Então, ambos acabam em um orfanato por dois anos até sua avó os encontrar e levá-los para o sitio onde ela vive.
Lá, diante da felicidade suprema de ter novamente uma família e se livrar das agruras do orfanato, Tibor e Satir descobrem que o mundo não é exatamente como eles imaginavam e que seres fantásticos rondam as matas circunvizinhas do sitio.
É quando eles percebem que a quaresma é o período em que esses seres fantásticos aparecem, e a partir daí passam a correr perigo e a desvendar segredos antigos de família.
Na luta para vencer o mal, as crianças descobrem valores como amizade, coragem, esperança, amor e acima de tudo a lealdade.

É uma mistura estranha e fascinante. Estamos acostumados a ver toda a literatura fantástica baseada em personagens europeus como duendes, fadas, ogros etc, e nos esquecemos de nosso folclore. Quando constatei o forma que o saci-pererê, a mula sem cabeça, o boitatá e outros personagens do folclore foram introduzidos na trama fiquei fascinada. Você acaba imaginando encontrar qualquer um deles, logo ali, na esquina da rua de sua casa.
Rosseb é ágil na escrita, fluido e leve. Ele trabalha parágrafos pequenos, frases curtas e quase sempre usando a forma direta, o que facilita a leitura para as crianças.
Se eu pudesse pedir alguma coisa ao autor, pediria um pouco mais de suspense; que ele torturasse um pouco mais o leitor antes de dar o desfecho. Senti a falta desta “falta de ar” que o bom suspense nos proporciona.


É leitura mais que recomendada para leitores de 8 a 90 anos, e uma boa diversão para as férias que estão apenas começando. 

Um comentário:

Tibor Lobato disse...

ADOREI SUAS CONSIDERAÇÕES!

E sobre o pedido. HEehehe espero que o 2 tenha um pouco mais de suspense. Tô no aguardo da resenha do As Aventuras de Tibor Lobato - A Guardiã de Muiraquitãs. Querendo saber se, dessa vez, o suspense veio na medida.

Obrigado, viu? Fico muito feliz que gostou do mundo do Tibor.