É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

30 de set de 2016

DESCENDENTE

Autor:  Lesley Livingston
Tradutor: Marta Argel e Humberto Moura Neto
Série: Saga Starling – Livro 2
Editora:  Jangada
Número de páginas: 280
Ano de Lançamento: 2015
Avaliação do Prosa Mágica:  10


Demorei muito para ler a continuação de Starling, o livro apaixonante, que tem como pano de fundo a mitologia nórdica e seus deuses temperamentais, e a leitura da continuação me deixou encantada. Descendente é melhor ainda que o primeiro, pois é dinâmico, misterioso,  repleto de reviravoltas que vão dar um nó em sua cabeça.
Neste segundo livro Mase encontra-se em um mundo em que só pertencia a sua imaginação e é assunto das aulas da estranha escola que frequenta. Lá, a personagem vai trilhar um estranho caminho que a levará de Loki a Asgard, sem que ela se dê conta de que é a protagonista de uma estranha trama do destino.
Enquanto Starling não volta, Fennrys, o Lobo se une a seu amigo deus Rafi e empreende uma jornada de volta a Asgard para tentar resgatar Mase.
A trama não é simples. É tão complexa como a mitologia nórdica. Mas não é só isso, de repente deuses e semideuses de outros lugares começam um desfile diante de nossos olhos, como se o mundo pudesse ser habitado novamente pelos deuses egípcios e gregos. E, se você é como eu, que ama mitologia, verá que os personagens da trama agem exatamente como os deuses. São temperamentais, vingativos, apaixonados, corajosos e traiçoeiros. Só que, na pele de adolescentes e altos executivos estas características são elevadas as alturas, e você tem a sensação de estar no mundo real.
Não posso deixar de citar que a autora me presenteou – estou sendo ousada em dizer isso – com cenas estonteantes passadas na Biblioteca Publica de Nova York, pela qual sou apaixonada  e usei como base para um dos livros que escrevi, e que também é cenário de uma série que adoro – Os Bibliotecários.
No entanto, Lesley não foi boazinha com o leitor. O livro termina dilacerando corações. Que bom que eu li apenas agora o livro dois. Seria terrível demais esperar pelo número três.
Alguns personagens tomam uma força maior em Descendentes. Daria e seu filho Callun, Rafe, Gunnar Starling. Todos eles compõem uma tessitura delicada que forma o tecido que separa os mundos, real, Asgard, Faire e outros lugares que pertencem à magia.
A escrita de Lesley parece mais direta e, no entanto não deixa escapar nenhuma dica nas entrelinhas. Você tem que pensar muito para descobrir algo, e isso dá uma sensação viva, que poucas estórias hoje em dia nos proporcionam.

Se Mase vai superar toda tragédia em torno dela, se tudo irá se arranjar no final eu só vou saber quando o livro 3 chegar. Mas por hora, eu posso dizer que Descendente é uma leitura que você não quer lagar. Um boa dica para o final de semana.

Nenhum comentário: