É proibido a reprodução das resenhas ou qualquer outro texto do blog sem a prévia autorização por e-mail do autor, e sem os devidos créditos.

30 de out de 2016

TRANSCENDENTE

Autor:  Lesley Livingston
Tradutor: Marta Argel e Humberto Moura Neto
Série: Saga Starling – Livro 3
Editora:  Jangada
Número de páginas: 314
Ano de Lançamento: 2016
Avaliação do Prosa Mágica:  10


Começo por explicar que, caso você não tenha lido Staling e Descendente, não leia esta resenha por que contem spoilers dos primeiros livros.
A estória começa exatamente no ponto onde termina o livro dois. Mase está no alto de um edifício em Manhantan, com Fennrys sangrando aos seus pés, a cidade imersa em um miasma mágico e a personagem transformada em Valquíria. A partir daí, uma série de acontecimentos nos leva por um caminho que parece sem volta, o Ragnarök, que Mase parece combater, mas que a cada ato dela nos leva mais próximos do fim.
Apenas como curiosidade, Ragnarök, que em português significa “o destino dos deuses”, na mitologia nórdica representa uma grande batalha, repleta de eventos catastróficos, que resultarão na morte de Odin, Thor e Loki, e que colocarão um fim neste mundo através de uma grande enchente. O mundo futuro será reconstruído por um casal de humanos (Líf e Lífthrasir) e pelos deuses.
No alto daquele edifício Mase toma a difícil decisão de salvar seu amor através dos poderes de Rafe(Anubis). Agora Fenn está mais próximo de ser o devorador, aquele que destruirá Odin.
Cruz Thorwald
Mais uma curiosidade. Existe uma pedra rúnica chamada de Cruz de Thorwald. Nela Odin segurando sua lança para baixo está sendo engolido por um lobo, Fennrys, no Ragnarök. Com certeza uma fonte criativa de pesquisa para a autora.
Mas, vou deixar de lado os detalhes da estória e contemplar o que considero um desfecho genial para esta saga.
O que é interessante na Saga Starling é que Lesley Livingston conseguiu que sua estória inicia-se em um livro completamente envolvente (Starling), e fosse crescendo não só em criatividade (Descendente), mas em velocidade de ação, complexidade da trama e novidades de tirar o fôlego (Transcendente).
No último livro, Lesley transforma Mase em alguém amadurecido, com força suficiente para se autodominar, ao mesmo tempo em que a personagem continua tendo os mesmos medos, as mesmas dúvidas, ou seja, não deixa de ser perfeitamente humana. Esse é o ponto que nos envolve e nos prende.
O final é incrível, surpreendente, repleto de reviravoltas que demonstram uma habilidade da autora em nos fazer refém de suas tramas. O texto é brilhante, e a mensagem por trás de Transcendente é muito forte e atual diante de um mundo que muitas vezes parece estar caminhando para um fim próximo.
É um livro para refletir sobre o poder do amor, sobre a força de ser você mesmo, e sobre o fato de que “destino não existe”, nós é que traçamos nossa caminhada.
Sem dúvida já inclui a Saga Starling entre as minhas favoritas, um série que deve ser lida e relida, pois a autora incluiu tantos detalhes, que cada nova leitura nos revela algo diferente. Já fiz isto com o primeiro livro e posso garantir que é fascinante.

Só uma curiosidade que algumas pessoas irão compreender:  O livro termina em uma corrida para o High Line parque, em Nova York. Coincidência  que me deixou feliz e você sabe por que.

Nenhum comentário: