Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2016

Diário de Estela 2 – Instituto dos Corações Partidos

Autores:   Stern & Jem Tradutor: Carolina Nemer Editora:   Jangada Número de páginas: 216 Ano de Lançamento: 2016 Avaliação do Prosa Mágica:   10 Eu posso dizer que me diverti muito. Estela é uma personagem engraçada e repleta de surpresas. Confesso que não tenho o hábito de ler livros infantojuvenis por pura falta de oportunidade, foi então que a Jangada lançou Diário de Estela 2 e decidi resenhar aqui. Estela é uma anjinha recém-formada. Faz parte da ordem dos cupidos e está louca para receber uma missão. Quando esta missão chega, Estela é enviada para a Terra em uma escola de Ensino Médio para descobrir por que naquele lugar não existe mais o amor. Lá, os adolescentes não namoram mais, não se encantam e tudo o que seria normal nesta idade não existe por lá. Nossa personagem vai para a Terra e adora o que faz. É claro que ela emprega uma dose de trapalhadas, mas encanta com sua inocência e sua dedicação aos amigos que encontram. E, você acaba se surpreende

O Jardim Secreto de Eliza

Autor:   Kate Morton Tradutor: Léa Viveiro de Castro Editora:   Rocco Número de páginas: 560 Ano de Lançamento: 2008 Avaliação do Prosa Mágica:   10 Quem dera a escrita fosse uma ciência exata, que pudéssemos fazer uma única analise objetiva e definitiva sobre uma obra! Digo isso por que vez ou outra me deparo com livros quase impossíveis de serem resenhados, tal é sua intensidade e força de texto. O Jardim Secreto de Eliza, de Kate Morton, se encaixa nesta categoria de textos. Terminei a leitura com coração e alma suspensos por um fio invisível de magia. Eu queria que continuasse, e ao mesmo tempo, não queria saber nada mais. Por que O Jardim Secreto é um gigantesco conto de fadas, que termina com a princesa no “foram felizes para sempre.” O livro é genial. Uma estória para adultos na qual você encontra a princesa, a bruxa má, o príncipe encantado, os sapos, as fadas madrinhas e os seres do bosque, que podem ser bons e maus, dependendo de como você encara a tra