Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

LIVRARIAS DO MUNDO #3 – ORLANDO – Estados Unidos

Crédito de foto:Glauco Felix dos Santos “I love walking into a bookstore. It's like all my friends are sitting on shelves, waving their pages at me.”  Tahereh Mafi Muito feliz em poder mostrar um pouco mais das livrarias do mundo. Desta vez foi meu irmão Glauco que me mandou as fotos, diretamente de Orlando, nos Estados Unidos. Os amantes de livros com certeza já ouviram falar da Barnes & Noble , uma tradicional livraria americana, com lojas em todo o país. A Barnes & Noble começou em 1886, em uma pequena livraria chamada Arthur Hinds & Company, localizada em Nova York. Gilbert Clifford Noble foi um funcionário da livraria, depois sócio, até a entrada de William Barnes como parceiro, quando então o nome foi mudado para Barnes & Noble. Em 2014 a Barnes & Noble possuía 658 lojas de varejo e 714 livrarias universitárias. É considerada a maior rede varejista dos Estados Unidos e também uma das únicas a sobreviver às mudanças no mercado livreiro. A

O Bicho da Seda

Autor:  Robert Galbraith Tradutor:  Rita Vinagre Editora:  Rocco Número de páginas:  464 Ano de Lançamento Brasil:  2014 Avaliação do Prosa Mágica:   8 Comecei a ler O Bicho da Seda sem me lembrar que o livro foi escrito pela genial autora de Harry Potter, J.K. Rowling. Isso me deu o direito de criticar e quase desistir no inicio. Não fiz isso, é claro, e não me arrependo. A trama merece uma leitura até o final. O Bicho da Seda traz novamente o detetive Cormoran Strike (Não li o Chamado do Cuco) as voltas com um crime que envolve um sinistro grupo de escritores e editores. Owen Quine, um escritor “pornográfico” é cruelmente assassinado, e Strike precisa correr contra o tempo para descobrir este sofisticado criminoso e salvar a esposa de Quine da prisão. Parece muito básica esta sinopse, mas a trama se passa dentro deste fio condutor. Strike é um personagem fascinante. Um detetive genial, problemático, que nos faz lembrar de Sherlock Holmes em seus melhores mom

A Hospedeira

Autor:  Stephanie Meyer Editora:  Intrinseca Número de páginas:  557 Ano de Lançamento Brasil:  2009 Avaliação do Prosa Mágica:   9 É muito estranho publicar uma resenha sobre este livro anos depois do lançamento. Confesso que deveria ter lido antes, mas o fato é que não li. Um dos fatores que me levaram a isso é que na época estava cansada da excessiva exposição na mídia da obra da autora norte-americana Stephanie Meyer. Mas agora, depois de ler, me arrependo de não ter lido antes. A sutileza, a delicadeza que a autora tratou de temas como vida além da morte, almas, o que é certo ou não, o quanto o ser humano pode lutar dentro dele mesmo para que aja da maneira correta... tudo isso já valeria a pena uma leitura. Melanie e a Pelegrina são duas personagens deliciosas, simplesmente por que são imperfeitas e precisam descobrir através do olhar da outra as dores e as dúvidas, que todo o ser humano pode ter. Creio que a parte que mais gostei foi a que a Pelegrina toma