Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2021

A Maldição do Czar

Li a primeira parte desta história mais ou menos em 2015 (Birman Flint e o Mistério da pérola negra). Lembrava-me de alguns detalhes da trama, mas o que mais me chamava atenção era o fato de todos os personagens serem animais. Agora, no final de 2020,   Sérgio lançou A Maldição do Czar, com muito mais suspense e personagens extremamente reais. Você percebe que eles são a personificação de sentimentos humanos como inveja, ódio, sede de poder etc. A história se passa na Rudânia, alusão a Rússia, e contém referencias a Sibéria, ao Cazaquistão e outros lugares ficcionais, com dirigíveis, armas, transatlânticos e um conjunto de elementos, passando pelo nome dos personagens, que deixam a trama com cara de KGB. O autor tem uma escrita profunda, super detalhada, quase que cirúrgica. Isso não significa que a trama é lenta, muito pelo contrário, Sérgio dá ritmo à história e você se sente em um filme de ação, no qual a cada segundo algo terrível pode acontecer. É um livro para sentar e ler

Os Caminhos de um Mercador de Sonhos

  Como iniciar um texto sobre um livro tão surpreendente? – Estava me perguntando, quando um filme passou pela minha cabeça. Conheci o Luis Antonio Gonçalves há muitos anos, o responsável por isso foi o meu blog e o neto dele, que até hoje é um “the Flash” na leitura. A amizade floresceu por conta de nossas trocas constantes de e-mails e conversas literárias. Encontrei o Luis uma única vez para um café aqui em São Paulo, mas acabou surgindo uma amizade forte, tal qual as que aparecem nos filmes como “A Sociedade Literária e a torta da casca de batata.” Para encurtar um pouco a história, no ano passado o Luis me contou que estava escrevendo um livro, e ele me deu a honra de ler antes da publicação. Os Caminhos de um Mercador de Sonhos, Editora Clube dos Autores,   é um desses livros que te levam do riso farto às lágrimas, sem apelar. Luis Antonio consegue colocar em suas palavras uma emoção que é somente dele, e generosamente compartilha com o leitor. O livro é uma autobiografia