Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2015

A Queda dos Reinos

Autor:  Morgan Rhodes Tradutor:  Flávia Souto Maior Editora:  Seguinte Número de páginas:  400 Ano de Lançamento Brasil:  2013 Avaliação do Prosa Mágica:   9 Quando escolhi A Queda dos Reinos , da autora Morgan Rhodes, ele estava entre outros dois como presente por uma frase que escrevi sobre o que é a tradução. O blog foi o Ponte de Letras , que eu recomendo a leitura. Na data eu estava louca para ler esta série de livros, mas por algum motivo que foge a minha memória, ele ficou guardado e só agora consegui ler. Fico feliz por não ter lido antes, por que agora eu posso correr para a livraria e comprar os dois livros da continuação que já estão disponíveis. A trama é muito simples e conta a história de um mundo onde a magia havia sido esquecida, ou relegada ao plano das lendas e mitos. Onde uma trágica morte e desejos adormecidos de mudanças levam os três reinos de Mítica – Limeros, Auranos, Paelsia – a entrarem em um conflito sangrento que levará quatro jovens a

LIVRARIAS DO MUNDO #2 – MONTEVIDÉU - URUGUAI

“Lento viene el futuro Lento pero viene Ahora está mas allá De las nubes ramplonas Y de unas cimas ágiles Que aún no se distinguen Y mas allá del trueno Y de la araña Demorándose viene Como una flor porfiada Que vigilara o sol(...) Mario Benedetti, Lento Pero Viene Quando vi as fotos enviadas pela amiga Roberta Sztanderski, o grande poeta Uruguaio Mario Benedetti, me veio a cabeça. Talvez por que ele consiga transcrever em versos o que as fotos da Livraria Más Puro Verso nos incita; talvez Benedetti presumisse que um dia aquelas escadas, aquele vitral ostentando um relógio nos trouxesse um sentimento de estar entre um Tic e um Tac de tempo, em um espaço localizado exatamente em o passado e o presente. Entrada da livraria. Um charme a parte. Más Puro Verso   está instalada no edifício de 1907 “Pablo Ferrando”, obra do arquiteto Leopoldo Tosi, que é um dos mais incríveis exemplos de arquitetura Art Nouveau Uruguaia. A livraria foi instalada no e

Aprendi com Jane Austen

Autor:  William Deresiewicz Tradutor:  André Pereira da Costa Editora:  Rocco Número de páginas:  256 Ano de Lançamento Brasil:  2011 Avaliação do Prosa Mágica:   6 A vida é mesmo assim. Um dia você lê um livro muito bom e no outro um ruim. Foi o sentimento que me proporcionou a leitura de Aprendi com Jane Austen, de William Deresiewicz. O autor conta a sua trajetória ao ler os romances de Jane Austen, é como ela mudou sua vida ensinando coisas básicas como amor, amizade, humildade e coisas que se deveria aprender na primeira infância. William era daquelas pessoas bem chatas, que só adorava literatura que ele acreditava que o fizesse pensar e se deleitar com malabarismos da palavra, mas um dia, obrigada pelo professor da pós graduação, ele começou a entender a profundidade e a beleza que existe em Jane Austen como: - o cotidiano normal das pessoas; o crescimento interior; as mudanças e inconstância de nossos pensamento e o poder do amor. Até este ponto, o livro s

LIVRARIAS DO MUNDO #1 – OXFORD UK

Começando a publicação das fotos de Livrarias ao redor do mundo, por que não colocar as poucas que estão em meus arquivos? A livraria da foto chama-se Blackwell, fica na Broad Street’s, em Oxford, Inglaterra e foi fundada em 1879  por Benjamin Henry Blackwell. É uma das mais antigas do Reino Unido e tem um charme todo especial. Fui a Oxford na primeira semana de viagem a Inglaterra. Era quase uma obsessão conhecer a cidade e a tão afamada livraria bem de frente a entrada que ostentam bustos no topo de seu grandioso portão e que nos leva a Bodleian Library. Além disso, a Blackwell’s foi o cenário de um livro da autora Deborah Harkness que eu me tornei fã. A livraria é linda e bem organizada. No subsolo você encontra livros raros e antigos - uma tentação. No piso que dá para rua, há uma forte tendência para a literatura de ficção. Há, inclusive, um display em uma parede que fica a direita com livros autografados pelos autores e a venda, pelo mesmo preço dos outros. Uma peq

Outlander – A Viajante do Tempo #1

Autora:  Diana Gabaldon Tradutor:  Geni Hirata Editora:  Saída de Emergência Número de páginas:  800 Ano de Lançamento Brasil:  2014 Avaliação do Prosa Mágica:   10 Esta é uma resenha muito especial, não só pela trama que é genial, mas também pelo valor emocional do livro: - um presente de amigo secreto. Sempre que chega a época dos amigos secretos eu corro para a livraria a procura de títulos novos para colocar na minha listinha de presentes. Quando a data do amigo secreto do meu clube de leitura “Sociedade Magia Literária” foi determinada, fui à livraria Leitura e tropecei literalmente em Outlander. Não conhecia o livro, e confesso que fiquei apaixonada pela temática. Foi para a lista, é claro, e como o amigo secreto era meu marido, ele sabia exatamente o que me faria feliz. Confesso que o mais difícil foi deixar a leitura para depois das festas. Um livro de 800 páginas precisa ser “devorado” com a devida atenção, e em tempos de fechamento de notas, provas e exam

Intenções para 2015

Feliz Ano Novo leitores! E será bem feliz mesmo, afinal temos pela frente 360 dias para ler e nos emocionar com os personagens que povoam nosso planetinha. O ano que passou foi rico em leituras, farto em lançamentos e não faltaram surpresas. Então, é claro que sobrou uma pilha de livros que não foram lidos. Vou aproveitar o mês de janeiro, geralmente tranquilo em lançamentos para ler e publicar resenhas dos livros que eu chamei de “ Os livros esquecidos”. É claro que há uma exceção, e esta será a primeira publicação. Trata-se de Outlander – A Viajante do Tempo, que já está pronta e esperando para ser publicada. O que está na minha lista? Muitos livros, mas estabeleci uma ordem a ser cumprida neste mês que passará por “Aprendi com Jane Austen, de William Deresiewicz”; A Queda dos Reinos, de Morgan Rhodes; Dezesseis Luas (Eu sei que já saiu até o filme, mas faço questão de ler o livro; O Fim da Eternidade, de Isaac Asimov, uma releitura;  O Bicho da Sede, de Robert Galbraith