Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009

Nunca fomos tão felizes

Hoje é dia 31 de agosto, uma data muito importante. Há 22 anos uma turminha de sonhadores da ESPM se formava no palco do MASP. Época de mudanças, de transformação do país e de nós mesmos. Uma turma que olhava para o futuro com os olhos da esperança e a cabeça cheia de idéias. Um filme de Felline, como dizia nosso amigo Fernando, e eu diria hoje, quase um Harry Potter. Professores absolutamente competentes que ensinavam porque gostavam muito do que faziam. Prof. Paulo de Laurentz, saudoso, com quem empreendi muitas conversas que extrapolavam as divisas da publicidade; Prof. Marcos Vinicius – alguém se lembra dele? – era impossível ganhar um 10 em suas provas; Prof. Fontenelle com sua overdose do comercial do Luiz XV nas aulas; Prof. Odair, psicólogo, que nos mandou ler Franz Kafka. Que delícia!!! Prof. Clarice que nos introduziu nos caminhos da Semiótica. Na verdade, reclamávamos de ler capítulos inteiros de livros de marketing, trabalhos enormes que demandavam idas a biblioteca e no

Faça mais que apagar incêndios

Recebi por e-mail esta foto, muito significativa e repleta de mensagens para todos nós. O e-mail dizia: não basta apagar o fogo e a foto diz: você precisa ir muito mais além. Esta foto já diz tudo. É muito mais que qualquer texto pode revelar. Obs: foto da frente de combate ao incêndio na Austrália

As figuras de retórica do Catolicismo em questão

José Saramago, escritor famoso não só pelo talento em escrever belíssimas tramas, mas pelo especial talento em provocar polêmicas, lançará em outubro seu mais recente livro intitulado Caim , onde questiona o Deus que despreza Caim para enaltecer Abel. Em belíssima entrevista ao jornal Estado de S.Paulo , Saramago questiona o Catolicismo, Deus e todos (ou quase) os dogmas da Igreja Católica, fato que já havia realizado em romances anteriores. A questão da crítica de Saramago ao Catolicismo não é nova. Filósofos ao longo dos séculos vêm fazendo isto, com a diferença que a linguagem utilizada é de difícil apreensão para a maioria das pessoas. Mas com o escritor é diferente. O Deus divulgado pelo Catolicismo, assim como as vertentes Protestantes e suas divergentes pregam um Deus que é carrasco, castiga ao menor erro, não perdoa os que não seguem o seu caminho atirando-os a tortura eterna junto ao seu rival Diabo. A alegoria seria muito boa se não estivéssemos no século XXI e se, lingüi

São Paulo, Cidade do Futuro?

Todas as maiores cidades do mundo têm problemas, quase sempre sérios e de complexidade muito extensa na hora da busca de soluções. O metrô de Londres está velho e lotado, Nova York ainda possui uma alta taxa de criminalidade e assim segue uma infindável lista. São Paulo não seria exceção a tudo isto, mas o caso aqui agravou-se de tal forma que se faz urgente medidas sérias A cidade inchou não só da população nativa (se é que podemos dizer isto) mas da grande leva de migrantes que vieram sobretudo do norte e nordeste do pais. Uma massa de sonhadores, quase sempre sem instrução, que vieram em busca do objetivo de enriquecer e “voltar para a terrinha”. Mas não foi o que aconteceu. Eles foram enganados pelos seus sonhos. São Paulo então se viu diante de um fenômeno avassalador: o aumento indiscriminado de favelas que abrigam pessoas em condições subumanas, que vivem ao limbo da sociedade. O resultado é o aumento da violência e o empobrecimento a olhos visto da população. Além disso, a

Toda cidade tem um rio

Uma corrente natural de água que flui com continuidade. Ora desemboca no mar, por outras acaba em outro rio que por sua vez terminará sua trajetória no mar. Rio, river, fleuve, fluss, fiume, na maioria das línguas o som das palavras flui, assim como a torrente de águas se esvai pelas terras. A origem é flúmen, palavra fluída, usada por poetas em suas rimas. Mas se analisarmos bem o rio é vida. Observe que onde há uma cidade há um rio que passa. Em São Paulo é o feioso e sujo Tietê, em Londres o Tamisa; Paris é brindada com o Sena, além de outros incontáveis e belos rios na Europa como o Tejo, o Reno e o Danúbio. Assim, os horizontes de uma bela cidade sempre terão um rio a enfeitar ou “enfeiar”. Nos locais onde ele é limpo e fluido há vida em torno de suas margens, casais de namorados, pessoas passeando, vendendo ou simplesmente paradas um instante para refletir. Onde ele é sujo, há tristeza, mal cheiro e desrespeito ao meio ambiente. O Tamisa, lindo, imponente atravessando como um rei

Livros são amigos inseparáveis

“Os livros estão em sua imaginação. Traga-os e eu os queimarei para você.” Farouk Horny , um candidato egípcio à direção da UNESCO, com candidatura apoiada pelo Brasil disse esta frase sem sentido. Em primeiro lugar, livros não se queimam; nem aqueles que erroneamente são distribuídos às escolas públicas com erros ou destinados a faixa etária errada. Decididamente, livro é informação, entretenimento, cultura, diversão e por que não dizer, companhia; assim, não se queimam amigos. O pior desta afirmação é pensar que, o imaginário de alguém pode ser queimado. Aos que acham que não é possível, é só avaliar as ditaduras existentes no mundo. Quando você tira a liberdade de pensamento e de expressão, queima o imaginário do ser humano, reduz sua capacidade de pensar e processar informações. A falta de respeito que há com o livro no Brasil é absurda. Não se ensina nas escolas, por exemplo, que existe uma instituição chamada Sebo, onde os livros são mais baratos. Os Sebos fazem a teoria que l

Lei antifumo é alvo de questionamento

A Advocacia Geral da União (AGU) emitiu um parecer considerando a lei antifumo do Estado de São Paulo como anticonstitucional. Agora cabe ao Supremo Tribunal Federal votar se é o não constitucional. Ao fazer este questionamento, a AGU demonstra que deseja ao Brasil um retrocesso em relação aos países civilizados. Na França, assim como outros países da Europa, os direitos dos fumantes são cerceados, na medida em que invadem os direitos dos não fumantes. Além disso, o tabaco é um problema de saúde pública na medida em que mata uma parcela significativa de fumantes e aumenta os gastos públicos com a saúde para tratamento de doenças como câncer pulmonar, enfisema etc. Infelizmente o STF tem acatado todas as proposições da AGU nos últimos tempos. A questão levantada é que os Estados não têm competência para legislar sobre o assunto, quando na realidade o caso é de saúde pública, abrindo precedentes para isto. A grande pergunta que fica, em meio a tanta “bandalheira” que acontece no país é s

Ética e Moral em J.K.Rowling

Mudando um pouco para assuntos mais leves, ontem eu entrei em um debate bem interessante sobre o tema de um artigo que estou pesquisando para escrever: Filosofia, Religião, moral e a ética na obra de J.K.Rowling – Harry Potter. A primeira vista, e na verdade muito superficialmente, quem olha os livros sobre o personagem Harry Potter e vê apenas um livro infanto-juvenil de histórias fantasiosas sobre bruxaria, não consegue enxergar toda a temática que há por trás de cada uma das histórias. E não adianta buscar isto nos filmes, pois como toda tradução de suporte midiático, modifica as bases para que a mensagem possa ser entendida. Não quero falar muito, já que a pesquisa ainda não está muito adiantada, mas J.K.Rowling, mas do que captar o seu tempo, reuniu em sua obra séculos de filosofia e debates sobre a natureza do Ser, do estar no mundo e o bem e o mal como alavancas que induzem a humanidade ao progresso e as barbáries que povoam nossos jornais e, infelizmente para alguns, os seus c

Ninguém tem o direito de destruir a fé dos outros

O que a Igreja Universal do Reino de Deus tem feito com a fé das pessoas é hediondo. Quando seus membros usam a crença dos fiéis para angariar dinheiro em causa própria comete-se um crime sem tamanho cujas possíveis punições ainda são ínfimas perto do que eles fazem com as pessoas. Quando o ser humano busca uma crença, seja ela religiosa ou através de seitas (Caso da Universal) esta pessoa está em busca de um apoio e consolo para que possa seguir adiante em sua vida, com honestidade e trabalho. Ela coloca naquele instante em que reza, ora, medita, ou seja, lá qual for a palavra usada, suas esperanças, sua crença em Deus e na verdade; esta pessoa está entregando, de certa forma, todo o seu ser. Se pessoas mal intencionadas fazem da fé desta pessoa um comércio, estão tirando muito mais que dinheiro, muitas vezes estão tirando a oportunidade de vida que ela tem, a vontade de evoluir, a crença em si mesmo e nos outros. E aviltante você ver um bispo “obrigando” as pessoas a venderem casas,

Propaganda indevida do PAC

Aproximadamente 60% do PIB Brasileiro é fruto do trabalho do Estado de São Paulo. Em 2005, com um PIB de US$ 102,4 bilhões, a cidade de São Paulo, se fosse um país, estaria entre os 50 países mais ricos do mundo. Daí, você olha a TV e vê o Governo Federal (pode-se dizer PT) dizendo que nas obras do Rodoanel tem dinheiro do PAC, com qual finalidade? Eleitoreira naturalmente, já que eles não fazem nada mais que a obrigação devolvendo a São Paulo um pouco do fruto do trabalhador do Estado. Onde está a decência, a integridade e a ética neste país? Onde está o respeito às pessoas que não puderam estudar, mal sabem ler e acabam acreditando nesta falácia? Tenho certeza que isto não acontece na Europa, onde as crianças já são estimuladas a cultura, a arte e ao conhecimento e quando crescem estão em plena capacidade de discernir entre o bom e o mau candidato, mesmo que suas escolhas, muitas vezes, impliquem em erros. Quando um político (Prefeito, Governador, Presidente da República) faz uma ob

Aeróbica Cerebral

As pessoas vão às academias de ginástica, correm nos parques, praticam esportes, artes marciais etc, mas esquecem quase sempre de praticar exercícios para o cérebro. Trabalhar todos os dias não é exercício mental, na maioria das vezes funciona como uma droga que entorpece o cérebro na medida em que a monotonia toma conta do seu ser. Exercitar a mente é em primeiro lugar fazer uma musculação cerebral. Ler muito: pelo menos um jornal impresso por dia, dois livros por mês e tudo o que encontrar pela frente. Também é preciso estudar uma língua diferente. Sair de seu idioma pátrio para entender o dos outros faz ligações neuronais diferenciadas, que vão ajudá-lo a “pensar diferente”. Outro fato que ajuda muito é viajar. Para quem pode - em meio à crise financeira que a maioria dos brasileiros se encontra - conhecer outros lugares, principalmente outros países ajuda nosso cérebro a pensar o mundo de forma diferente. Mas é preciso viajar e observar. A internet é boa, mas o mau uso dela pode c

Sugestões para um final de semana feliz

Sorria ao acordar no sábado. O sorriso tem poderes milagrosos. Saia pela cidade. Um passeio sem hora e sem lugar certo para chegar é uma boa pedida para relaxar a mente e deixar o corpo saudável. Convide alguém para jantar. Preparar uma comidinha especial para um amigo querido, um parente ou alguém que se goste muito faz bem para a alma. No domingo vá ao jornaleiro e compre jornais e revistas. Passe a manhã lendo, em casa no parque. É bom se informar. Durma bastante, mas não acorde às 11 horas. Dormir faz bem, mas perder as manhãs dos finais de semana é um desperdício de tempo. Use as tardes de sábado para telefonar. É mais barato e assim você poderá conversar mais e manter contato com mais amigos. Se chover saia na chuva. Use um guarda-chuva e caminhe ouvindo os pingos caírem nele. Se puder e a saúde estiver em dia, tome um pouquinho de chuva, lava a alma. Como comidas leves, beba pouco mas não deixe de tomar uma boa taça de vinho. Vá ao shopping e compre um presentinho para você. Nad

Gripe Suína - Um alerta contra o alarmismo

É assustador a quantidade de mortes pela Influenza A, mas é muito mais assustadora a quantidade de informações erradas que correm soltas pela internet. O que se vê no Brasil não é o resultado apenas do vírus H1N1, mas o vislumbre da falência da saúde. Os créditos desta falência podem, em grande parte, ser creditados ao próprio cidadão. Ele (o cidadão) vai a qualquer farmácia, ao menor espirro, e compra antibióticos, criando assim, cada vez mais resistências aos remédios existentes. Alimenta-se de fast-food e ensinam seus filhos a fazer o mesmo (porque será que a grande quantidade de afetados são adolescentes e crianças?). As frutas geralmente são substituídas por doces, muitas vezes sem qualidades e repletos de açúcar. Resultado: população obesa e com o sistema imunológico fraco. Soma-se a isto a falta de lavagem das mãos ao sair de banheiros, antes de comer ou preparar alimentos. Assuar o nariz com as mãos e jogar a sujeira na rua, ou na pia do banheiro público como vi outro dia. Toss

O Poder da Reflexão diante da morte

Ontem, diante da morte, me fiz uma série de questionamentos sobre a vida, o mundo e meu ser. É comum se fazer isto quando nos deparamos com o desencarne de alguém querido, mas é mais comum esquecermos tudo no dia seguinte. Assim, cheguei a algumas provisórias conclusões. Há dois tipos de situações: as que podem ser mudadas e as que são inevitáveis. As que poderão ser mudadas dependem única e exclusivamente de nós. E pode ter absoluta certeza de que 99,99% de tudo no mundo pode ser mudado: o Senado; a educação; o Movimento Sem Terra (Mudamos isto na Urna); também mudamos a forma física através do esforço do exercício, a saúde etc. Agora a única situação que é inevitável é a morte, senhora absoluta e intransigente, que não permite retórica e faz de nós o que quer. Diante dela somos meros marionetes. Não podemos pedir nem um segundo a mais, nem a menos. Quando ela chega é hora de partir imediatamente. Então, diante do inevitável descobrimos que o que pode ser evitado deve ser combatido c

O MST ou a “Terra sem lei”

O nome poderia ser de um filme de bang bang antigo, onde mocinhos e bandidos lutam e se matam em defesa de uma mina de ouro, de uma mocinha raptada ou pela morte de uma “pessoa de bem” do vilarejo. Mas não, “Terra sem lei” é o nome de um filme cuja audiência imposta a todos nós não tem previsão de terminar com um final feliz. O Movimento Sem Terra no Brasil está tomando proporções nunca vistas antes no país, e pouco a pouco parece formar uma espécie de “guerrilha” a exemplo dos primórdios das Farc Colombiana. Eles invadem terras muitas vezes produtivas, atrapalham rodovias, entopem as ruas da cidade com suas caminhadas e acampam onde lhes convêm, a margem da lei e das regras, como se fossem um povo a parte, que não necessitassem respeitar a mesma legislação que nós, reles mortais, respeitamos. É claro que os pequenos agricultores sem terra precisam de um pedaço de chão para cultivar e criar seus filhos, mas quantos dos que fazem parte deste movimento são realmente agricultores? É claro

O Brasil não precisa de títulos acadêmicos. (1)

As notícias, esta semana, sobre as mentiras contadas por Dilma Rousseff sobre seu grau de instrução e a insistência do Presidente Lula em “cuidar pessoalmente da campanha dela” quando deveria cuidar de governar o país, nos deixa cada vez mais perplexos com a nossa classe política. Existe um ditado que diz “diz-me com quem andas que te direi quem és”, e cada vez mais esta máxima pode ser aplicada à ministra Dilma Roussef. O que muito nos espanta é a capacidade que os membros do PT têm de inocentarem-se de assuntos de sua responsabilidade com frases como: eu não sabia disto; eu não vi o meu currículo, etc. Como alguém que não lê o próprio currículo pode pensar em governar um país? Como é que nós, cidadão honestos, vamos acreditar em alguém que se diz Mestre e Doutoranda, quando não atendeu as condições básicas que o curso exige: uma tese. É muito difícil entender a lógica da questão. Ser mestre ou doutor em um assunto não capacita ninguém a Presidência da República. É claro que o cargo d

Tô vendo tudo

Este vídeo que está circulando pela internet é um retrato fiel e triste do que acontece neste país chamado Brasil. É um desabafo em meio a tantos descalabros. Vale a pena ver e refletir sobre a política, sobre o Brasil, sobre o futuro e sobretudo, o que fazer nas próximas eleições. Veja e avalie

A Educação pode mudar o mundo

É urgente uma reforma educacional que privilegie a integração do conhecimento com a moral e a ética contruindo assim, um mundo mais solidário e justo. Parece uma utopia falar em mundo solidário e justo quando as guerras e a sede de poder se espalham, tanto nos países mulçumanos como nos que se dizem de primeiro mundo, como os Estados Unidos. A educação precisa transformar profundamente o pensar e para isso, precisa modificar suas bases. Isto não significa deixar de ensinar matemática, química e sua tão temida tabela periódica, história etc, mas em como ensinar estas disciplinas. A velha e já desgastada forma de ensinar, onde o conhecimento está compartimentado, não se comunicando com outras áreas do saber está completamente morta. Foi ela que gerou este caos que está no mundo, onde as pessoas dizem constantemente: - isto não é da minha área! O conhecimento não é algo que está desvinculado do cotidiano. História do mundo e do Brasil, por exemplo, têm força no pensar a atualidade, na me

A Vergonha da Censura ataca novamente o Brasil

Já começamos a nos igualar a alguns países da América latina. Apesar de nossa Constituição proibir a censura, a imprensa está sendo impedida de divulgar informações sobre as investigações que envolvem Fernando Sarney. É um principio fundamental que garante a cada um de nós, cidadãos brasileiros, o acesso a informações que devemos ter por direito. Afinal de contas somos nós que pagamos o salário de cada um destes senadores e deputados, assim sendo, eles nos devem explicações de seus atos abertos e secretos. Daqui a pouco começarão a fechar os jornais e as emissoras de TV que noticiarem assuntos que contrarie os interesses do governo. Mas, o que vale mais (ou deveria) o interesse do Governo ou os interesses do Povo? Para quem estudou só um pouquinho de Direito Constitucional sabe que nós, o povo, delegamos aos políticos o ato de nos representar perante situações que envolvem a administração do país, já que seria impossível milhões de pessoas votarem diariamente, todos os assuntos que são