Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2018

Mitologia Nórdica

Autor:   Neil Gaiman Tradutor: Edmundo Barreiros Editora:  Intrinseca Número de páginas: 288 Ano de Lançamento: 2017 Avaliação do Prosa Mágica:   10 Mitologia sempre foi uma paixão em minha vida. Eu me lembro de ouvir, quando criança, meu pai contando as histórias dos deuses gregos, e do encantamento que sentia. Também me lembro de assistir desenhos animados cujos deuses eram poderosos, dentre eles Thor (deus nórdico), o que carregava o martelo e fazia os trovões. Cresci com esta paixão, e confesso que da mitologia nórdica apenas conhecia Thor. Os gregos eram a minha paixão e minha fonte de inspiração. O tempo foi passando e os deuses nórdicos foram se apresentando diante de mim. Eu já gostava de Odin e Freya mas percebi que o conhecimento que tinha não era suficiente. E esta percepção veio da leitura da série Starling (Ed. Jangada) cuja temática principal tinha origem neles. No ano passado a Editora Intrinseca lançou Mitológia Nórdica, escrito pelo grande Nei

Histórias do Prosa Mágica

Da esquerda para a direita: Rinaldo Kassuga, Luis Antonio Gonçalves, Soraya Felix. O mundo da web nos proporciona gratas surpresas. Muitas delas nos remetem a histórias que os livros e o cinema contou. Em 2010, Prosa Mágica me colocou dentro de uma destas tramas, e tudo começou com o que parecia ser um simples post. Não há nada que eu admire mais que uma pessoa que goste de ler, mas encontrar um adolescente que lia 300 páginas em uma única hora me pareceu um delírio. Mesmo não o conhecendo, e sem ideia de como encontrá-lo, publiquei um pequeno post contando o que havia lido e como isso me deixava feliz. Esta história aconteceu em 10 de agosto de 2010. Para minha surpresa, poucos dias depois recebo um comentário do avô deste garoto. Ele estava feliz com o post e me deixava direções para encontrá-lo. O que veio depois foi encantador. O Luisinho (Luis Antonio Golçalves Netto) me deu uma entrevista que foi publicada em 24 de agosto daquele mesmo ano, e o contato com o avô Luis A

A Irmã da Pérola

Autor:   Lucinda Riley Série: As Sete Irmãs – Livro 4 Tradutor: Viviane Diniz Editora:  Arqueiro Número de páginas: 528 Ano de Lançamento: 2017 Avaliação do Prosa Mágica:   10 Eu creio que todas as vezes que leio um livro da autora Lucinda Riley fico em um dilema para escrever a resenha. As histórias são tão fascinantes, tão bem escritas, que tenho a sensação de estar escrevendo sobre a vida de alguém que existe de carne e osso, como se fosse uma fofoca. E é claro que desta vez não foi diferente. Ceci é uma personagem marcante, de gênio difícil, confusa, possessiva, complexada e ao mesmo tempo completamente cativante. Um grande paradoxo. Ela é a quarta irmã da série “As sete irmãs”. De certa forma, Ceci é quase gêmea de Estrela (A irmã da Sombra), que de repente se vê sozinha, sem Estrela para ampará-la e decide ir em busca de suas origens usando referências deixadas por seu falecido pai – Pá-Salt. Neste mergulho ao passado, ela passa pela Tailândia e conhece

Origem

Autor:   Dan Brown Tradutor: Alves Calado Editora:  Arqueiro Número de páginas: 432 Ano de Lançamento: 2017 Avaliação do Prosa Mágica:   9 Começar o ano publicando uma resenha como esta é um privilégio, não só por que considero Dan Brown um gênio da literatura – essa é minha opinião – como as reflexões que este livro nos proporciona são absolutamente construtivas. Existe mesmo um Deus ou ele é criação do intelecto humano? De onde viemos? Para onde vamos? Se levarmos em conta a teoria de Charles Darwin, para onde a humanidade está evoluindo? São estas questões que perturbaram e ainda incomodam religiosos e filósofos, que movem a trama de Origem. Alias, o nome Origem nos remete a denominação pela qual os acadêmicos conhecem a grande obra de Charles Darwin “A Origem das Espécies” e que parece ser a base desta história. Dam Brown está cada vez mais hábil em nos envolver. É quase impossível descobrir a informação antes do tempo, ele apenas nos dará este alívio no f

Fim do período Sabático

Queridos leitores, Feliz Ano Novo. Vocês merecem uma satisfação pelo período mais que sabático sem nenhuma publicação aqui no blog. E foram longos cinco meses sem nenhuma notícia, sem nenhuma resenha. Como todos sabem, perdi minha mãe para um câncer horrível de estomago. Um inimigo terrível e fatal, que sem nenhuma piedade maltrata, destrói e avilta o ser humano. Minha mãe foi mais que uma guerreira, mas o câncer foi mais forte e a venceu. E, ao contrário do que pensava, agi como todo o personagem das centenas de livro que já li, me fechei no meu mundo. Fui deixando de fazer as coisas que mais gostava, e como ler estava no topo de minhas preferências, foi a primeira coisa que ficou de lado. No entanto, por mais incrível que isso possa parecer, em meio a toda esta crise decidi que publicaria meu livro chamado TEMPO, que há muitos anos adormecia em um arquivo do computador. Trata-se de uma história de perdas, mas de coragem para vencer inimigos terríveis. Então, publicar Tempo