Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

O que fica do ano que passou

Todo final de ano é sempre a mesma coisa. Fazemos planos e mais planos para o ano que começa novinho como uma página em branco. Fazer regime, economizar dinheiro, mudar de vida, fazer a viagem tão sonhada, ser feliz, sair mais, reformar a casa... são tantas as promessas que somadas em um plano de ação levariam, na maioria das vezes, cinco anos para serem realizadas. A pergunta que não quer calar é sempre a mesma: - Por que as pessoas fazem “promessas” sabendo de antemão que não irão realizá-las? A resposta é simples, na maioria das vezes os sonhos acumulados ao longo da vida são despejados automaticamente como se por encanto pudessem se auto-realizar. Seria tão bom se fosse assim, mas infelizmente, ou felizmente, eles necessitam de planejamento. Novos sonhos ou velhos desejos não realizados só poderão acontecer quando fizermos um “rescaldo” do que realizamos ao longo do ano que passou. Coisas que não podem ser mudadas, mas que são referências para o próximo ano no sentido de “fazer

Lembretes de Natal

Bradesco, Av. Paulista. Tirada em 20/12/2011.Por: Soraya Felix Parece incrível que o Natal chegou tão rápido e a sensação é que a terra está dois ou três compassos adiantados em seu ritmo natural. Tenho consciência que o Natal deste ano está diferente, todas as pessoas que encontro reclamam da falta de espírito natalino. Será que sequestraram o espírito natalino??? Já fiz esta pergunta umas dez mil vezes, sem nenhuma resposta. Avaliando um pouco os últimos anos, analisando algumas pistas, resquícios, sombras, podemos deduzir que ele escondeu-se. O Espírito Natalino está oculto esperando por um único chamado nosso para retornar. Alguns de vocês vão perguntar o porquê de esconder-se. Estará velho o espírito natalino? Não, o que é bom nunca envelhece. Verdadeiramente, o Espírito Natalino escondeu-se de medo da loucura desenfreada que vivemos nessa época. Da avidez cada vez mais forte pelo material, simbolizado em dezenas de presentes caros que levam muitas famílias a dividas vultosas.

Um anjo para Anita

Atenção: Este texto contém direitos autorais. Proibido a publicação sem citar autor e o endereço do blog. Imagem sem identificação de autor. Fonte Google Imagens Anita puxou a saia da mãe um montão de vezes e ela nem se deu ao trabalho de olhar. Estava em meio às compras de presentes em uma loja atolada de gente. Os presentes eram mais importantes que a filha. - Mamãe! – chamava a insistente criança. A mãe olhou zangada, blasfemou algumas palavras muito rudes e continuou a disputar lembrancinhas enquanto a menina com os olhos encharcados de lágrimas observava a mãe e a porta da rua. Anita soltou das mãos da mãe, que a esta altura da loucura consumista nem percebeu, e foi em direção a porta. - Oi – disse em uma voz infantil e chorosa – Você é um anjo de verdade? Um homem alto, forte, de olhos bem claros e cabelos castanhos pelo ombro, ostentava asas alvas e transparentes para a maioria das pessoas que passavam por ele. Só Anita conseguia vê-lo. Abaixou-se para conversar com a

Novas experiências

Prosa Mágica não mudou, continua sendo um espaço para se debater assuntos interessantes, principalmente se o tema for livros, livros e mais livros. Os dois últimos posts foram sobre livros cujo tema é a França. Não são livros de história, mas nem por isso deixam de nos contar hábitos e costumes de uma forma simpática e divertida. Deve ter sido bem estranho para quem está acostumado a ler os meus comentários focados em romances e ficção. Agora outra surpresa. Vou publicar alguns contos curtos. Não é exatamente o meu forte, pois a minha grande paixão é escrever romances que levam meses e centenas de páginas para uma conclusão, bem diferente do conto, da crônica, algo rápido e instantâneo. No entanto, esta época de final de ano inspira muito mais, então amigos, podem ter a certeza: serão todos sobre o Natal. Espero que gostem e que mandem suas críticas e sugestões. Um grande e caloroso abraço a todos. imagem: pesquisando imagens para colocar como fundo de tela em meu computador encont

Pretinho Básico

A pergunta “com que roupa eu vou?” será feita um trilhão de vezes por mulheres do mundo todo neste final de ano. Há tantas festas, coquetéis e eventos que fica difícil se contentar com o guarda-roupa tradicional. Resultado, um mergulho em compras e um buraco no cartão de crédito. No entanto, se você der uma passada na livraria antes e adquirir o livro recém lançado “A Parisiense, de Inès de la Fressange”, com certeza economizará muito nas compras e sairá sempre charmosa como uma Parisiense. Inès Marie Laetitia Églantine Isabelle de Seignard de la Fressange, modelo francesa, lançou este glamoroso livro todo ilustrado dando dicas de como se veste a mulher em Paris. Pasme, o guarda roupa delas costuma ser enxuto e bem provido de peças que são coringas. Em tempo de crise este tipo de informação é primordial, e também cultural, já que nos proporciona um passeio pelo “modo de ser” parisiense. A leitura é agradável e vai desde o que comprar para vestir, passando pela maquiagem e endereços de

Viva o modo de vida francês!

Uma frase com duplo sentido e intencional intitula este post. Os prazeres da França com seu charme, cores, champanhe, chocolates, queijos e baguetes não são os únicos e exclusivos presentes que a terra de Rousseau nos traz. Pontuada por seu arsenal de grandes escritores, poetas, pensadores, a França nos apresenta um panorama difícil de acreditar: - mulheres magras e elegantes. É espantoso que alguém, diante de uma gastronomia recheada de calorias possa manter-se em forma. Bem, se eu disser que é cultural, social e antropológico você acreditaria? Confesso que desconheço a existência de outros livros sobre o tema, mas há um, interessantíssimo, que vale a pena ser explorado. Lançado no Brasil em 2005 pela editora Campus, “As mulheres francesas não engordam” , de Mireille Guiliano, CEO da Clicquot (uma das melhores marcas de Champanhe no mundo). Neste livro muito bem escrito, Mireille nos conta sua história: - uma francesa típica, intercambista nos Estados Unidos, que se perdeu nas “delíc

A Beleza das Capas 2

Este mês publicarei alguns exemplares de capas muito interessantes. Também vale a pena ver o Catálogo de publicações de verão da Viking , um selo da Penguin. Jane Eyre, da Penguin Classic Deluxe Edition. Drácula, Bran Stoker. Penguin Classic Deluxe Edition. Secret Garden. Penguin Classic Deluxe Edition. Grafic Novel. Belíssimas ilustrações. Em Inglês Mais uma tradução de A Descoberta das Bruxa (China) Lançamento da Cia das Letras