A Maldição do Czar


Li a primeira parte desta história mais ou menos em 2015 (Birman Flint e o Mistério da pérola negra). Lembrava-me de alguns detalhes da trama, mas o que mais me chamava atenção era o fato de todos os personagens serem animais.

Agora, no final de 2020,  Sérgio lançou A Maldição do Czar, com muito mais suspense e personagens extremamente reais. Você percebe que eles são a personificação de sentimentos humanos como inveja, ódio, sede de poder etc.

A história se passa na Rudânia, alusão a Rússia, e contém referencias a Sibéria, ao Cazaquistão e outros lugares ficcionais, com dirigíveis, armas, transatlânticos e um conjunto de elementos, passando pelo nome dos personagens, que deixam a trama com cara de KGB.

O autor tem uma escrita profunda, super detalhada, quase que cirúrgica. Isso não significa que a trama é lenta, muito pelo contrário, Sérgio dá ritmo à história e você se sente em um filme de ação, no qual a cada segundo algo terrível pode acontecer. É um livro para sentar e ler de uma vez.


É incrível a extrema habilidade que o autor tem em nos fazer sentir exatamente o que o personagem está sentindo. E confesso, não sou fã de histórias nas quais os animais são humanizados, mas o Sérgio me fez ficar fã desta trama.

Se a própria história não fosse motivo suficiente para você correr para a livraria, eu posso dizer que o livro é perfeito. Ilustrado no miolo pelo talentoso Karl Felippe, com uma tipografia que facilita a leitura, capa misteriosa, ele tem tudo para ser um sucesso no gênero.

É importante lembrar que a trama está muito bem amarrada, o que torna a leitura de inicio ao fim, muito mais gratificante.

Recomendo a leitura.

 


Título: A Maldição do Czar

Autor: Sérgio P Rossoni

Editora: AVEC

Ano de Publicação: 2020

Páginas: 368

Avaliação: 10

Comentários