Pular para o conteúdo principal

Dois grandes lançamentos em agosto


Não sei se posso falar exatamente assim, mas agosto promete em termos de lançamentos e também por que a Bienal está próxima, e convenhamos, é um grande prazer participar da maratona de centenas de expositores.
Há duas novidades interessantíssimas. Uma delas é o relançamento do livro Os Pilares da Terra, de Ken Follet, pela editora Rocco. Uma edição especial com os dois volumes em um, capa dura  com um design de tirar o fôlego. O livro é espetacular. Eu li na década de 90, quando foi lançado. Confesso que não vi a série toda feita para TV baseada nele, mas o pouco que vi não gostei. Então, se você pertence ao grupo que viu a série e não gostou, pode ter certeza que o livro é muito melhor. Segue sinopse da editora:
“Neste livro, o autor procura traçar o painel de um tempo varrido por conspirações, jogos intrincados de poder, violência e surgimento de uma nova ordem social e cultural, buscando captar simultaneamente o que acontece nos castelos, feiras, florestas e igrejas. Philip, prior de Kingsbridge, luta contra tudo e todos para construir um templo grandioso a Deus. A galeria de personagens gravitando em torno da catedral inclui Aliena, a bela herdeira banida de suas terras, Jack, seu amante, Tom, o construtor, William o cavaleiro boçal, e Waleran, o bispo capaz de tudo para pavimentar seu caminho até o lugar do Papa, em Roma. Como painel de fundo, uma Inglaterra sacudida por lutas entre os sucessores prováveis ao trono que Henrique I deixou sem descendentes”

Outro lançamento, que eu posso chamar de espetacular, é o promovido pela editora Intrínseca, do livro Cinquenta tons de cinza, da autora E. L. James, um sucesso internacional e lançado aqui no Brasil com a tiragem inicial de 100 mil exemplares.
O livro, considerado literatura erótica, conta a história de Anastasia Steele e o jovem empresário Christian Grey. Ela, uma garota ingênua, ele um homem enigmático. É claro que ambos vão sofrer de uma atração irresistível e a escritora detalha cenas picantes desta relação. (O pouco que li de uma forma aleatória em uma livraria não me pareceu tão picante assim, mas só lendo o livro todo.)
O livro é uma trilogia e será lançado quase ao mesmo tempo aqui no Brasil.

É claro que eu vou reler Pilares da Terra em nova edição e ler Cinquenta Tons de Cinza para comentar aqui no blog. Por enquanto fica como sugestão de leitura para vocês, queridos leitores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Inferno

Autor:  Dan Brown Tradutor: Fabiano Morais e Fernanda Abreu Editora:  Arqueiro Número de páginas:  448 Ano de Lançamento:  2013 (EUA) Avaliação do Prosa Mágica:   9                               Gênio ou Louco? Você termina a leitura de Inferno e continua sem uma resposta para esta pergunta. Dan Brown nos engana, muito, de uma maneira descarada, sem dó de seu leitor, sem nenhuma piedade por sua alma. O autor passa praticamente metade do livro te enganando. Você se sente traído quando descobre tudo, se sente usado, irritado, revoltado. Que é esse Dan Brown que escreveu Inferno??? Nas primeiras duzentas páginas não parece ser o mesmo que escreveu brilhantemente Símbolo Perdido e Código D’Vince.  Mapa do Inferno. Botticelli. Então, quando você descobre que está sendo enganado, assim como o brilhante Robert Langdon, a sua opinião vai se transformando lentamente, e passa de pura revolta a admiração. É genial a manipulação que Dan Brown consegue fazer c

Tudo vai passar

Diante desta desgraça geral, com tantas mortes no mundo e no Brasil, pode parecer estranho um blog falar de leitura, de romance, de ficção, de sonhos. Pode ter a certeza que não é. Do que é feita a vida, senão de sonhos tornados realidades? O que seria agora, dos milhões de italianos que estão em isolamento total em suas casas se não fosse o sonho, a esperança? - Tudo vai passar. Uma das maneiras mais ricas de se passar um momento como esse é a leitura.   O livro é a porta aberta para o mundo que não podemos caminhar; são os abraços que não podemos dar; são os familiares que não podemos encontrar; são pessoas diferentes com as quais podemos dialogar, mesmo que em um primeiro momento pareça que estamos exercendo um monologo. Você pode optar por dialogar com escritores mais contemporâneos, que nos apresentam uma linguagem atual. Talvez uma conversa regada a saquê com Murakami com “histórias bizarras que gravitam no limite do realismo fantástico” como explica Felipe Massahiro.

Setembro

Autor:   Rosamund Pilcher Tradução: Angela Nascimento Machado Editora:  Bertrand Brasil Número de páginas: 462 Ano de Lançamento: 1990 Avaliação do Prosa Mágica:   10                         É uma história extremamente envolvente e humana que traça a vida de uma dúzia de personagens. A trama se passa na Escócia, e acontece entre os meses de maio a setembro, tendo como pano de fundo uma festa de aniversário que acontecerá em grande estilo. Violet, que me parece ser a própria Rosamund, costura a relação entre as famílias que fazem parte deste romance. Com destreza e delicadeza, a autora   nos conta o cotidiano destas famílias, coisas comuns como comer, fazer compras, tricô, jardinagem. Problemas pessoais como a necessidade de um trabalho para complementar a   renda e outras preocupações do cotidiano que surpreendem pela beleza que são apresentadas. É um livro em camadas, que pode ser avaliado sobre vários aspectos que se complementam. Pandora, por exemplo, é o