The Casual Vacancy

Estou um pouco afastada do blog não por falta do que escrever, mas por que estou me dedicando aos capítulos finais da continuação de Literatura & Champanhe, que irá para o site em Novembro. No entanto, era impossível não parar um minuto para falar deste lançamento.
J.K.Rowling, a grande escritora Britânica, que nos presenteou com a série Harry Potter e deixou seus leitores durante alguns anos órfãos de sua escrita, de sua grande capacidade criadora e de seu mundo imaginário tão particular, tão criativo.  Este vazio  está com os dias contados.
Ontem,  The Casual Vacancy (ainda sem título em Português), começou a ser vendido nas livrarias inglesas e já está com um retorno positivo de critica.
Mesmo com a experiência e talento, Rowling declarou em entrevista que não estava preocupada com o sucesso da obra e que, o máximo que poderia acontecer, era as pessoas não gostarem do que ela escreveu. Como leitora e escritoras eu posso dizer que dificilmente a obra dela será medíocre. Talvez não tenha o apelo de Harry Potter, um pouco porque os leitores irão ler The Casual Vacancy com um nível de expectativa muito alto, o que sempre prejudica uma analise da obra.
 A trama se passa na cidade de Pagford, um lugar aparentemente pacato e que esconde uma guerra por detras de sua aparente tranquilidade. A história toda será em torno da morte de Barry Fairbrother, de um cargo vago e da guerra que explodirá até que outro seja escolhido para ocupá-lo.
Vamos esperar o lançamento no Brasil que está prometido para Dezembro pela Editora Nova Fronteira a (R$ 59,90). Para quem tem pressa, a Livraria Cultura tem a edição internacional disponível por R$ 63,90 e só correr para lá.

Comentários

Anônimo disse…
A expectativa e a comparação sempre vai existir, afinal ela conseguiu criar uma historia tão rica em personagens, detalhes a partir de um mundo imaginário, que fica dificil esperar uma obra que não tenha a mesma qualidade das anteriores. Deve ser dificil a respnsabilidade do autor (a), pois ela tem que cuidar da sua criação - que um momento apenas seu - e ter que reparti-lo com outras pessoas e pensamentos. Seu momento também deve ser igual e estou aqui no aguardo, tão ansioso como você, para ver o volume 2.
Luis Antonio