Pular para o conteúdo principal

PRORROGADO: Vamos comemorar um ano de Literatura & Champanhe


A PROMOÇÃO FOI PRORROGADA ATÉ ATINGIR PELO MENOS 15 COMETÁRIOS.

Amigos, Literatura & Champanhe completa um ano de vida no site do Clube de Autores. Para comemorar esta data, farei uma promoção entre os leitores.
Responda a pergunta nos comentários deste post:
O que você faria se descobrisse que sua vida virou um livro de fantasia?
A resposta mais criativa receberá um exemplar do primeiro livro da trilogia.
Regras para participar:
1. Ter um endereço de entrega no Brasil.
2. Deixar a resposta nos comentários deste post com nome e e-mail válidos (Só preencha estes dados no cabeçalho, não no corpo do comentário)
3. Seguir:  meu twitter @sorayafelixs e/ou a página da trilogia no Facebook (https://www.facebook.com/trilogia.literaturaechampanhe)
OBS: Não precisa seguir os dois, basta escolher um deles.
Divulgações pelo facebook e pelo twitter serão bem vindas.
4. A frase mais criativa receberá um exemplar de Literatura & Champanhe.
5. Serão aceitas as frases postadas até as 23h55 minutos (Horário de Brasília) do dia 30 de março.
NOTA: A escolha da frase se dará apenas quando completar a quantia mínima de 20 comentários no post. Caso isso não tenha ocorrido até a data de 30 de março, o concurso prosseguirá até que  a vigésima frase tenha sido publicada.
O resultado sairá no dia seguinte ao término da promoção e será publicado no próprio blog, no facebook e no twitter. Portanto, fique atento: O ganhador terá 48 horas para entrar em contato enviando seu e-mail, nome e endereço completos. Caso não se comunique será escolhido outro ganhador.
O livro será enviado em um prazo de 30 dias
Boa sorte a todos.


OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: SEU COMENTÁRIO NÃO APARECERÁ NA HORA. EU TENHO QUE LIBERAR UM POR UM. SE EM 8 HORAS SEU COMENTÁRIO NÃO ESTIVER NO BLOG POR FAVOR ME AVISAR NO FACEBOOK PARA QUE EU POSSA TOMAR AS DEVIDAS PROVIDÊNCIAS.

Comentários

  1. Eu, com certeza piraria. Depois, tentaria passar a história para o papel e quem sabe conseguiria fazer um filme.
    Quero o livro

    ResponderExcluir
  2. Se eu descobrisse que minha vida virou um livro de fantasia, com certeza eu faria pelo menos umas 50 cópias desse livro e os distribuiria para meus amigos blogueiros resenharem! rs...
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Se eu descobrisse q minha vida virou um livro de fantasia..com ctza..eu compraria o livro pra viajar novamente!
    Beijossssss

    ResponderExcluir
  4. Eu viveria cada mínimo detalhe dessa fantasia que virou a minha vida. Seria um momento único para fazer parte e descobrir novos sentimentos e emoções que a vida atual as vezes não nos proporciona, ou até mesmo estão adormecidos dentro de nós.


    ResponderExcluir
  5. Eu viveria cada mínimo detalhe dessa fantasia que virou a minha vida. Seria um momento único para fazer parte e descobrir novos sentimentos e emoções que a vida atual as vezes não nos proporciona, ou até mesmo estão adormecidos dentro de nós.

    Eloisa Machado.


    ResponderExcluir
  6. Não deixe de fazer o comentário caso vc tenha problemas ao entrar com sua conta de e-mail, ou perfil que o bloguer exige. Se isto acontecer e o problema persistir, deixe o comentário no anônimo e coloque o seu nome completo ao final da postagem.
    Bjkas

    ResponderExcluir
  7. Tentando de novo

    Se minha vida virasse um livro de fantasia eu ficaria bem interessada em saber como termina, pois acredito que tudo é sistêmico e está conectado, e que, se um autor captasse os eventos de minha vida, poderia também influenciá-la.
    (o outro texto estava bem melhor, mas a idéia era mais ou menos essa)
    Andréa B. Bertoncel

    ResponderExcluir
  8. "Se eu descobrisse um dia
    Minha vida transtornada
    Transformada em fantasia
    Certamente extrairia
    Desta sutil realidade
    O mais profundo anseio
    Do coração, a verdade
    A inconcebível paixão"

    Se eu ganhar, quero autografado!
    Bjs,
    Mavilde

    ResponderExcluir
  9. Eu imprimiria varias copias e espalharia, para que o mundo conhecesse da minha história.

    Antonia Fenanda

    ResponderExcluir
  10. Eu ficaria surpresa! Mandaria para uma editora famosa e faria muito sucesso.

    ResponderExcluir
  11. Eu escreveria uma autobiografia e venderia como um livro de ficção!

    ResponderExcluir
  12. Eu escreveria uma autobiografia e venderia com o subtítulo "Conheça o lado oculto da heroína da história..."

    ResponderExcluir
  13. Eu escreveria uma autobiografia e venderia com o subtítulo "Conheça o lado oculto da heroína da história...""

    Dora Carvalho

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada, seu comentário é muito importante.
- Se quiser que eu faça contato mande um e-mail para prosa.magica@gmail.com
- Eu gosto de responder a todos os comentários. Assine os comentários do blog para ver o seu.

ATENÇÃO: Não publicarei links ou publicidade na área de comentários.
Obrigada pela participação.

Postagens mais visitadas deste blog

A princesa dos olhos tristes

Se vocês me permitem um pequeno comentário intimo, há uma “mania” na família de minha mãe de colocar nome de princesas nas filhas. Naturalmente começou com a minha, que me batizou de Soraya (em homenagem a princesa da Pérsia, Soraya Esfandiary Bakhtiari), depois minha prima batizou sua filha de Caroline (Homenagem a filha da belíssima Grace Kelly, rainha de Mônaco) e alguns anos depois, meus tios colocaram o nome de Anne (princesa da Grã Bretanha), em minha prima. Então é fácil imaginar que vivemos em clima de “família real” boa parte de nossa infância e adolescência. Mas, de todas as histórias reais, a que mais me intriga e fascina é a da princesa da Pérsia, por ter sido uma história de amor com final infeliz, mas não trágico. Soraya foi a esposa e rainha consorte de Mohammad Reza Pahlavi, Xá da Pérsia. Conheceram-se na França, na época em que Soraya fazia um curso de boas maneiras em uma escola Suíça. Logo ela recebeu um anel de noivado com um diamante de 22,37 quilates. O casamento

Setembro

Autor:   Rosamund Pilcher Tradução: Angela Nascimento Machado Editora:  Bertrand Brasil Número de páginas: 462 Ano de Lançamento: 1990 Avaliação do Prosa Mágica:   10                         É uma história extremamente envolvente e humana que traça a vida de uma dúzia de personagens. A trama se passa na Escócia, e acontece entre os meses de maio a setembro, tendo como pano de fundo uma festa de aniversário que acontecerá em grande estilo. Violet, que me parece ser a própria Rosamund, costura a relação entre as famílias que fazem parte deste romance. Com destreza e delicadeza, a autora   nos conta o cotidiano destas famílias, coisas comuns como comer, fazer compras, tricô, jardinagem. Problemas pessoais como a necessidade de um trabalho para complementar a   renda e outras preocupações do cotidiano que surpreendem pela beleza que são apresentadas. É um livro em camadas, que pode ser avaliado sobre vários aspectos que se complementam. Pandora, por exemplo, é o

Inferno

Autor:  Dan Brown Tradutor: Fabiano Morais e Fernanda Abreu Editora:  Arqueiro Número de páginas:  448 Ano de Lançamento:  2013 (EUA) Avaliação do Prosa Mágica:   9                               Gênio ou Louco? Você termina a leitura de Inferno e continua sem uma resposta para esta pergunta. Dan Brown nos engana, muito, de uma maneira descarada, sem dó de seu leitor, sem nenhuma piedade por sua alma. O autor passa praticamente metade do livro te enganando. Você se sente traído quando descobre tudo, se sente usado, irritado, revoltado. Que é esse Dan Brown que escreveu Inferno??? Nas primeiras duzentas páginas não parece ser o mesmo que escreveu brilhantemente Símbolo Perdido e Código D’Vince.  Mapa do Inferno. Botticelli. Então, quando você descobre que está sendo enganado, assim como o brilhante Robert Langdon, a sua opinião vai se transformando lentamente, e passa de pura revolta a admiração. É genial a manipulação que Dan Brown consegue fazer c

Seguidores